Sunday, March 25, 2012

Antonio Tabucchi, um tributo emocionado






Antonio Tabucchi


"E' morto Antonio Tabucchi
Ci ha lasciato un amico, un compagno di strada, un uomo che è stato dentro il suo tempo con passione e rabbia, un intellettuale europeo, un grande scrittore. Si e' spento stamattina nella sua Lisbona, la sua seconda patria, la casa dei suoi cari, la casa dei suoi poeti più' amati."

Feltrini Editore, Milano, il 25 marzo 2012





Antonio Tabucchi
Rebeca Yanke/ Wikipedia


Morreu Antonio Tabucchi! O mundo da literatura e da liberdade de pensamento ficou mais só. Sobre Tabucchi escrevi em 2009 aqui.

Vivia em Lisboa depois de se ter aposentado como professor catedrático de Língua e Literatura Portuguesa na Universidade de Siena, Itália. 

Ensinou também em universidades prestigiadas como Bard College de New York, Ecole de Hautes Etudes et Collège de France de Paris





Antonio Tabucchi (1943-2012)
Toni Albir, EPA 

Foi um dos maiores estudiosos de Fernando Pessoa que começou a desvendar há mais de 20 anos.

Assim conta como descobriu Fernando Pessoa:

"Foi uma descoberta casual. Depois de vários meses de tentativas filosóficas, na Universidade de Paris - a filosofia não foi feita para mim - voltei para casa de comboio. Queria ler qualquer coisa na viagem e parei em frente a uma banca de livros. Vi uma edição muito modesta de um tal de Fernando Pessoa, completamente desconhecido para mim. O título francês - "Bureau du Tabac" ("Tabacaria") - era estranho. Li o poema no comboio e foi de tal maneira intenso que quis conhecer a língua."





Antonio Tabucchi
DN Archivo

Veio até Lisboa com uma bolsa de estudo em 1965, depois de ter frequentado na Sorbonne a cadeira de Língua e Literatura Portuguesa e por aqui se dividiu com a Toscana até à sua reforma como professor universitário. 

António Tabucchi recordava que quando chegara, descobrira um país exótico. "Todos de preto e de chapéu, numa Lisboa onde quem andava de sandálias era 'olhado com desprezo. 'Sentia-se um formalismo incrível." Na Universidade de Lisboa foi diferente. Encontrou amigos e o amor da sua vida com quem ainda é casado e teve dois filhos."





Adaptação ao cinema de "Afirma Pereira"
Roberto Faenza | Marcello Mastroianni

Escreveu entre muitos, "Afirma Pereira", um romance publicado em 1994, com o qual conquistou vários prémios (Premio Campiello, Premio Viareggio, Prix Européen "Jean Monnet") sendo considerado uma das obras-primas da moderna literatura italiana.

À Falta de Provas

"Há de imediato, algo de excessivo na biografia deste português, que, com o decorrer dos anos, ameaça tornar-se um dos mais importantes poetas do século XX (...)

Antonio Tabucchi, Afirma Pereira
Imprensa Nacional-Casa da Moeda, Outubro 1994, pág. 11 

Foi depois adaptado ao cinema em 1995 por Roberto Faenza. Marcello Mastroianni foi o intérprete principal.





Viaggi e Altri Viaggi
Antonio Tabucchi, 2010

"Lo scrittore Antonio Tabucchi si è spento oggi 25 marzo nell’amata Lisbona.
“Il viaggio trova senso solo in se stesso, nell’essere viaggio… è come la nostra esistenza il cui senso principale è l’essere vissuta”, scriveva in “Viaggi e altri Viaggi” pubblicato nel 2010. E lui certo aveva vissuto, aveva letto e scritto e viaggiato e amato."
"Viagens e Outras Viagens" (2010) reunia os passeios reais e virtuais que fez através dos livros. 




Racconti con figures
Antonio Tabucchi, 2011


"Contos com Figuras" saiu na mesma altura (2011). Suponho que não há tradução portuguesa. Tabucchi referiu-se ao livro:

 "São textos que escrevi para os meus amigos pintores, de Paula Rego a Vieira da Silva."




Antonio Tabucchi
Maio 2011

O último livro de Tabucchi, "O Tempo Envelhece Depressa", será editado em português no próximo mês de Abril pela Dom Quixote.  Conjunto de contos sobre a passagem do tempo, passado e presente.

Assim se referia aos livros:

- O que gostou nos livros?

- A ideia de poder viajar era fascinante. A literatura facilita o nomadismo intelectual e tem uma virtude terapêutica enorme, percebemos que o universo não é o pequeno buraco onde vivemos."



Retrato de Antonio Tabucchi 
por Emanuel Fucecchi



Sou uma admiradora profunda da sua obra e é com pesar que vejo desaparecer este intelectual considerado pelos jornais italianos de hoje como o "mais original" autor das últimas décadas", o "mais europeu dos escritores italianos".




“El deber de la literatura consiste en indagar las sfumature, en explorar las zonas de intersección, los márgenes ambiguos de la vida”. 



Antonio Tabucchi 


G-Souto

Fragmentos Culturais

25.03.2012
Copyright © 2012-Fragmentos Culturais Blog, fragmentosculturais.blogspot.com®   


Licença Creative Commons

Referências:

Feltrine Editore



17 comments:

Daniel Silva (Lobinho) said...

Querida Amiga

"Requiem" é o único livro que lhe conheço e ao qual me rendi, mas não cheguei a ler mais nada seu.

Um homem bom, e das letras, que até em Lisboa ficará sepultado...

Um beijo grande. O teu...

mfc said...

Morreu um homem que era apaixonado por Portugal!

São said...

Que o escritor italiano apaixonado por portugal estrja em paz!

Agradeço o post sobre "Florbela", assim fiquei informada e irei assistir.

POR FAVOR, retire as abstrusas letras , pois juro que sou um ser humano que não merece a tortura de ir na quinta tentaiva!!

Boa semana

heretico said...

gosto dos seus textos amáveis e sensiveis...

... e da clareza das sua atitude de cidadão.

excelente homenagem.

beijo

João Roque said...

É um belíssimo post que homenageia um homem, escritor, italiano de nascimento e português por adopção, e que teve o mérito de estudar e partilhar Pessoa.

Daniel Silva (Lobinho) said...

Venho só fazer um desabafo: hoje mesmo, 6ª feira, vai passar no Nimas às 18h (já so falta hora e meia) uma adaptação de Alain Tanner do "Requiem" de Tabucchi , filmado em Lisboa e produzido por Paulo Branco! Sei que nao vais poder ver por nao seres de cá, não te fica em caminho (so to speak) mas eu sou e também nao vou :(

Desejando que tudo esteja bem...

beijos grandes

vitor cunha said...

Considero mais um exemplo da nossa capacidade de acolhimento que tem a dupla face de acolher o bom e o não bom ; aqui, no caso de António Tabucchi,ficamos enriquecidos humana e culturalmente.A minha homenagem ao homem e ao escritor.

Um beijo e boa semana.

Avelaneira Florida said...

Olá "Fragmentos"!!!!!
Uns dias a tentar recuperar dos que já passaram...e a ganhar "embalagem" para os que faltam...
Para descansar, para ler(finalmente!!!!), para ver coisas, para viver...
Que tudo esteja BEM, contigo!!! ´
Beijos,

Lilá(s) said...

Como sempre os teus textos são incríveis!
Uma boa Páscoa para ti.
Bjs

. intemporal . said...

.

.

. e por.que a vida . a.final . é este agora . um momento . e também por.que um dia . é um luxo .

.

. deixo Votos de uma Páscoa feliz .

.

. e,,, .

.

. ampla.mente renovada .

.

. um beijo .

.

.

São said...

Venho desejar uma Páscoa renovadora, doce e vivida em boa companhia.

Bons sonhos

São said...

Ah! Deixo também os meus sinceros agrdecimentos pela retirada das letras, rrsss

Bem haja!

vitor cunha said...

Nos tempos difíceis que o mundo atravessa, desejo-te uma santa e feliz Páscoa.

Um beijo fraterno.

Fragmentos Culturais said...

Olá Daniel,

Confesso que conheço quase a obra toda de Tabucchi! Só não li os dois últimos, os que vão agora ser editados.

Segui-o desde as primeiras publicações sobre Pessoa e fui, ao mesmo tempo, descobrindo a sua ficção, à medida que os livros começaram a aparecer em Portugal.

Foi um dos maiores divulgadores de Pessoa e um dos seus mais fervorosos estudiosos.

Não sei se gostarias de ler um outro livro do autor, talvez o que acaba de sair (semana passada): 'O Tempo Envelhece Depressa'?

Sim, um homem bom, um homem que defendeu a liberdade de expressão e foi por isso perseguido no seu país, um homem que amou Portugal 'de coração'!

Um beijo grande, querido amigo.

Fragmentos Culturais said...

Sem dúvida, 'mfc'! Tal como já referi... um 'português d'alma'!
:(

Fragmentos Culturais said...

São,

Agradeço os votos aqui deixados (retribuídos).

Tabucchi, foi mesmo uma enorme perda na cultura portuguesa :(

Suponho que já terá ido ver 'Florbela'...

Bom domingo!

Ah! De nada :)

Fragmentos Culturais said...

Hum! Fiquei intrigada com esse tratamento parcimonioso, 'Herético'... será passageiro?

Sempre muito afectuoso e atento. Sensibilizada!

Um beijo de 'cidadã'(rsrs)