Saturday, February 26, 2011

Ah! Quero este soll!




Dan Kitwood


Ah! querem uma luz melhor que a  do Sol!
Querem prados mais verdes do que estes!
Querem flores mais belas do que estas que vejo!
A mim este Sol, estes prados, estas flores contentam-me(...)
Alberto Caeiro, Ah! Querem um luz melhor do que a do sol

Bem me parecia que a Primavera estava para brotar de novo! Meu pássaro cantador viera, há duas noites atrás, poisar no beiral da minha janela, já passava bem das três da manhã. E chilreou.

Talvez não saibam! Mas tenho um pássaro cantador que vem todos os anos anunciar-me a Primavera! Pois nunca entendi por que razão! Mas, esse pássaro cantador reaparece sempre pelas madrugadas de final de Fevereiro, início de Março. E anuncia-me, naquela sua ária exuberante, encantadora, que vem aí a Primavera.

Nessa noite, desperta, sorri ! Como era possível que o meu pássaro não se tivesse esquecido de me vir anunciar, mais uma vez, que o perfume das brisas mesclado das prímulas estava aí! 

E não se enganou! Então, hoje, mal vi a luz profunda pela manhã, prometi trancar algumas tristezas e partir! Em direcção ao sol! E ao mar! 

A tarde mantinha-se linda! Decidi então despegar-me das obrigações e sair  quase sem rumo, só para fruir daquela luminosidade que se adentrara pelos meus olhos abertos de par em par, logo pela manhã. Semicerrara-os docemente e murmurara 'here comes the sun'...



Jazz and Beatles

Depois dos afazeres, entrei no carro, liguei o leitor, procurei o CD Jazz and Beatles - sei! Vão dizer-me: e o mp3? - mas que querem! Adoro aquele ritual do CD, colocar no leitor, ouvir os temas que mais me induzem no  momento! Sem dúvida! 'Here comes the sun'...  

Fui então directa à faixa 3 e silenciei só para fruir intensamente 'Here comes the sun' (então não andara com a melodia na mente desde o início da manhã?). Uma interpretação bossa jazzy linda na voz de Sarah Menescal. Não sei quantas vezes ouvi o CD! As suficientes para aspirar toda a beleza desse quase final de tarde. 
Não duvidem! A faixa mais tocada foi mesmo Here comes the sun... linda, não é mesmo?

E já à noite, preparada para descansar, eis que faço zapping distraidamente e vou apanhar na RTP2 Roger Waters e a irreverente e fantástica Cyndi Lauper no expressivo 'Another Brick in the Wall', parte do concerto memorável 'The Wall' (1990), comemorativo da queda do muro de Berlim!  
Num momento em que que tantos jovens derrubam muros por esse mundo fora...

Termino então este dia macio tão simbolicamente anunciado pelo meu pássaro cantador.



 
 
Começa a haver meia-noite e a haver sossego,
Por toda a parte das casas sobrepostas,
Os andares vários da acumulação da vida…

Vai tudo dormir…
(...)

Álvaro de Campos, Começa a haver meia-noite e a haver sossego


G-S
Fragmentos Culturais
26.02.2011
Copyright © 2011-Fragmentos Culturais Blog, fragmentosculturais.blogspot.com®

Licença Creative Commons 
Referências:
 
Alberto Caeiro, Ah! Querem um luz melhor do que a do sol
in Poemas Inconjuntos
in Poesia, Assírio & Alvim, ed. Fernando Cabral Martins, Richard Zenith, 2001

Álvaro de CamposComeça a haver meia-noite e a haver sossego
9 - 8 - 1934 
in Poesia, Assírio & Alvim, ed. Teresa Rita Lopes, 2002



22 comments:

pinguim said...

Que post tão primaveril!
E como a Primavera é bela, apesar de apenas serem ainda e só, prenúncios...

Daniel Silva (Lobinho) said...

Gosto da Primavera e de toda esa beleza retratada em palavras neste post. Todavia, ao contrário de tanta gente, o Inverno nunca me trouxe problemas; antes aprecio a chuva miudinha, a chuva que cai sequencial e por varios dias, a brisa ou o frio, a meditação da alma que todo esse panorama mesclado de Outono e Inverno traz; como que retirando a bebedeira do verão, pacificando os ânimos artificialmente exaltados, levando à lareira do santuário interior, toda a beleza e perfumda e nostalgia e quase apreensão do mistério humano, chamado a rever-se com paz nesses dias de inverno.

Nada obstaculiza a Primavera ou os maravilhoso dias de sol, claro; apenas é outra etapa no coração da vida, porventura mais acarinhada e desejada porque com efeitos práticos na disposição e no animus.

Percebo isso de tocar cd's e nao mp'3; tal como ler um livro e nao um e-book ou um e-jornal. Ou de sentir a beleza dos velhos vinil e do selo e da carta em vez dos frios e-mails!

Revi, também, o que se passou na 2. Já tinha visto antes, nao sei quando nem onde, mas gostei de rever os míticos e eternos P. Floyd.

Isto faz-me lembrar as palavras de lampedusa ao príncipe Salina: "Nós fomos os Leopardos, os Leões; os que vêm são os chacais, as hienas".

Um enorme beijinho que, por certo, essa avezinha já te levou também :)

Cata- Vento said...

Leio os teus posts com muito prazer! Que delícia, amiga!

Bem-hajas!

Beijinhos

mfc said...

Tenho memória que o Here comes the sun abria o lado B do Abbey Road!!
estarei errado?!

Gonçalo said...

Começar a Primavera em Fevereiro promete imenso!

Muita luz para ti :)

vitor cunha said...

Gostei do teu texto, gostei da tua "Sagração da Primavera, da tua "Festa da vida"...! É um prazer ler-te e sentir a tua emoção.

Beijinho

Avelaneira Florida said...

"Fragmentos"

Que dia LINDOOOOO!!!!
Quem me dera poder usufruir de um tempo assim...mas...

pois é! as obrigações prendem-me diariamente a um casarão que, apesar de cor de rosa, é frio.Solidamente frio.Apenas as salas têm uns "besouros" que enchem os dias de algum sol!!!!

Mas a Primavera aí estará!!!! E a mãe Natureza se encarregará de nos fazer "reverdecer"!!!!

Dias BONS!!!!!
Bj

Lilá(s) said...

A Primavera já se faz anunciar sem dúvida, devagarinho, muito devagarinho...as frésias do meu jardim já dão um ar da sua graça.
Bjs

aflores said...

Já "cheira" a Primavera ;) e dizem os especialistas que este Sol vai andar por cá até Domingo.

Mas atenção, o frio continua e é preciso estar atento porque constipações de Verão não são nada agradáveis.

São as partidinhas climatéricas habituais nesta altura do ano. Primavera vestida de Verão :):)


'Here comes the sun'

Tudo de bom.

heretico said...

felizarda! com a Primavera à tua janela anunciada pelo chilrear do teu passarinho.

tive em tempos um pardalito de estimação na janela do meu escritório, mas o malandro so me fazia manguitos e deixava borradelas... rss

mas davam-nos bem, desde que cada um no seu espaço. ainda hoje me faz falta...

adorei o post...

beijos

Isabel Maria Rosa Furtado Cabral Gomes da Costa said...

Linda a imagem do passarinho nos ramos em flor! Lindo o que está escrito!
Tudo fica mais belo quando há sol a aquecer a nossa alma. E este seu post é o sol da primavera que se antecipa à chegada da estação.
Um beijo.

Fragmentos Culturais said...

...parece que sim, 'pinguim'! A Primavera anda ainda em pequenos prenúncios... mas em cada um deles, aproveitamos para fruir!

Muito obrigada pelo apreço!

Fragmentos Culturais said...

... pois para mim, o Inverno traz-me desconforto, um desconforto d' alma, Daniel!

Raramente aprecio os dias de chuva, quase me atreveria a escrever que os detesto! Não gosto do Inverno, mas sinto-me bem nos dias frios, luminosos.
E é claro! Adoro uma boa lareira!

A meditação para mim não passa pelo tempo que faz fora de mim...

É verdade que o verão e o tempo quente podem causar a alguns uma euforia extra-normal, mas apenas porque se enganam e se confundem!
Mas que o verão é muito prazeroso, é! Aqueles dias que se adentram pela noite, trazem serenidade, e óptimos momentos meditativos, de frente para o Universo!

Hum! Que bom que me entendas! É que sendo apologista de tudo o que é novo nas tecnologias, pareceria quase um contra-senso!
Verdade! Um livro não é um e-book! E um CD não é um mp3 ou um ipod! Cada lugar tem seu objecto, de culto ou não!

É tão agradável rever bons momentos musicais! E este concerto foi 'marcante'! Ficou nos nossos olhos para sempre! E no ouvido, também :)

Bem, não conhecia essa citação, mas vou ficar atenta...

Um beijo amigo, Daniel!

Sim, esse meu pássaro cantador veio, nessa noite, depositar sua alegria na minha janela :)

Fragmentos Culturais said...

... fiquei muito sensibilizada com teu apreço, 'Isamar'!

Um beijo afectuoso,

Fragmentos Culturais said...

... penso que não estás errado 'mfc' :)

Tema composto por George Harrisson, o Beatle 'espiritual'.
Teria completado 68 anos no passado dia 25 Fevereiro...

Fragmentos Culturais said...

... prometia, Gonçalo! Prometia...

Muito obrigada pela tua saudação de luz!
Beijinhos**

Fragmentos Culturais said...

Muito sensibilizada, Vítor!

Sim, suponho que sem pensar, ao som do clic-clac das teclas, deixei fluir minha inspiração, como quem ora... e foi assim mesmo que escrevi 'a minha sagração da primavera'!
Apanhaste meu sentir :)

Um beijo,

Fragmentos Culturais said...

'Que dia LINDOOOOO!!!!' - se assim o 'viste', muito obrigada 'Avelaneira' :)

Tu sabes que por vezes, quando 'encerradas em casarões', é que nos vem ainda mais forte aquela vontade de 'voar'?!
Já me aconteceu! Tantas vezes!

Os 'besouros' são mesmo autênticos hinos ao sol, compreendo-te :)

A Primavera esteve aí .... mas fugiu. E no entanto, a Natureza insiste em irromper!

Continuação de boa pausa! E venham os dias lindos!

Um beijo amistoso,

Fragmentos Culturais said...

'A Primavera já se faz anunciar sem dúvida, devagarinho, muito devagarinho...' - bem devagarinho, dia sim dia não, 'lilá(s)'!

As frésias do teu jardim estão lindas! Já lá fui aspirar um pouco dessa primavera que te rodeia :)

Boa pausa!
Um beijo,

Fragmentos Culturais said...

'Já "cheira" a Primavera...' verdade 'aflores'! Sem pensar, a inspiração fluiu, ao som de 'Here comes the sun' ;)

Pois, a natureza lá vai enganando, de vez em quando, os especialistas! Umas vezes para nosso bem, outras para nosso mal!

Olha que dia 'saboroso' no sábado! E de repente, ontem e hoje :(
Perante a tristeza da tarde chuvosa, apareceu 'It's Raining again' dos Supertramp!

Tens razão! Cuidados, são precisos!
Mas sabe tão bem essa 'Primavera vestida de Verão', nem que seja por um dia!

Tudo de bom! Excelente semana!

Fragmentos Culturais said...

... verdade. 'Herético'! Tenho mesmo um pássaro cantador que vem anunciar-me a Primavera ao beiral da minha janela :)
Fá-lo com um chilreio 'premonitório', ou melhor sensorial!

E que foi feito do teu pardalito?!É que é uma ave tão alegre, tão buliçosa! Acredito que lhe sintas a falta...

As tuas palavras afectuosas, sensibilizam-me!

Um beijo,
(sentia a tua falta)

Fragmentos Culturais said...

A imagem é mesmo encantadora, Isabel!

Não parti da imagem para a inspiração! Mas, quando acabei de escrever, foi esta a imagem que me veio de imediato à mente (tinha a foto arquivada)

O verdadeiro 'inspirador' foi mesmo o pássaro cantador que me despertou alegremente naquela madrugada!

Sem dúvida!Tudo fica mais belo quando o sol nos 'afaga' a alma!

Muito me sensibilizam as suas palavras de apreço!

Um beijo,