Sunday, March 8, 2015

Cansada : um tema para reflectir







Estou cansada -  ainda agora chorei tanto
Outra noite -  o terror andou à solta
Vai e volta e promete que não volta
Vai e volta e promete que não volta
(...)

Rodrigo Guedes de Caravalho, Cansada

Cansada é o tema que dá voz às mulheres no dia que lhe foi dedicado.

Oito vozes femininas cantam para alertar consciências, numa iniciativa da APAV, associada à SIC. 

O autor da letra e da música é Rodrigo Guedes de Carvalho, um homem da informação, e não só. Rodrigo Guedes de Carvalho também tem livros publicados.

A música é nterpretada pela Orquestra Sinfonietta de Lisboa e dirigida pelo maestro Vasco Pearce de Azevedo. Filipe Melo está no piano, Nelson Cascais no contrabaixo, Alexandre Frazão na bateria e Ana Castanhito na harpa.

Conta com a participação das oito cantoras portuguesas. Manuela Azevedo, Cuca Roseta, Rita Redshoes, Gisela João, Aldina Duarte, Ana Bacalhau, Marta Hugon, e Selma Uamusse.

Para Cuca Roseta, o vídeo ”ficou maravilhoso, é fortíssimo”. A cantora Rita Redshoes considera que este “tem uma imagem forte, a preto e branco”, e que a letra “é um alerta contra a violência, de uma forma poética”.

Depois da divulgação, o videoclip ficará também disponível no site e no canal de YouTube da APAV e também nas redes sociais. 

Rodrigo Guedes de Carvalho convida “todos os órgãos de comunicação social a disponibilizarem o vídeo, por ser uma causa nobre — acima de partidos políticos, clubes futebolísticos ou até de concorrência entre órgãos de comunicação social”.






"A educação é o instrumento fundamental que garante a igualdade de género,"

Liliana RodriguesS&D, Portugal

A importância da educação foi o tema destacado pelo Parlamento Europeu para o Dia Internacional da Mulher 2015.

Gostei da escolha do tema. A educação é a base para que a mulher possa e queira ter uma vida melhor.

canção que aqui divulgo e convido a partilhar é suave na melodia, mas intensa nas palavras cantadas.

(...)
Talvez o amor me espere noutra estrada
Mas tão cansada não consigo procurá-la
 tão sem força de tentar não ser escrava
Já sei que hoje fico suspensa outra vez
Outra vez a pensar que hoje talvez…

Façamos do Dia da Mulher uma chamada de atenção difícil de ignorar. Sejamos pelas mulheres deste país.

G-S

Fragmentos Culturais

08.03.2015
Copyright © 2015-Fragmentos Culturais Blog, fragmentosculturais.blogspot.com®

8 comments:

João Roque said...

Que bonito é isto tudo...
Obrigado. Vou partilhar o vídeo.
Beijinho.

G- Souto said...

Com certeza, João. É mesmo para partilhar. A causa é nobre. E ontem mais uma mulher foi morta :-(

O poema é simples, mas a mensagem intensa. E as vozes captaram com alma a dor de muitas mulheres 'cansadas'.

aflores said...

Ainda não partilhei o video (que já conheço) porque estive a gozar um pequeno período de férias, e só agora estou aos poucos, de regresso ás 'lides cibernautas'.
O tema merece reflexão e acção, por isso hoje e sempre estarei associado a estas questões, sempre solidário.

Quanto ao meu blog, que mais uma vez agradeço a atenção que sempre foi dispensada nos comentários que simpaticamente foram deixados nestes anos todos, é um espaço que encerra definitivamente, mas, a minha presença por aqui no 'Fragmentos' e outros blogues que gosto, irá continuar.

A cultura, partilha, conhecimento e aprendizagem, é algo necessário para um saudável e harmonioso bem estar (e o meu coração gosta muito).

Por tudo isso, continuarei por aqui, sempre!.

Tudo de bom.

(já vi todos os filmes candidatos aos últimos Óscares, e, sem dúvida alguma que o meu preferido foi 'Boyhood')

heretico said...

muito bem. uma canção muito bela.

belas causas as tuas- sempre!

beijo

Mar Arável said...

O belo ciclo das marés

G- Souto said...

Ora ouvir falar de férias, é mesmo bom, 'aflores'. Espero que tenhas tido um tempo de lazer excelente.

Somos dois a acompanhar uma causa que se está a tornar um flagelo no país :-(

Fiquei triste, quando te vi a abandonar a blogosfera... são muitos os amigos que vão partindo. Há tantos anos!
Mas fico feliz que te mantenhas em contacto.
Será para mim, sempre uma alegria ter a tua presença em 'fragmentos'.

Pensamentos desses me têm assolado, de quando em vez, mas vou resistindo.

Então, até breve? Tudo de bom !

(Boyhood, é mesmo uma experiência de vida, foi também o meu preferido.)

G- Souto said...

... um poema simples, que transmite o desalento de tantas mulheres do nosso país.
Vozes lindas que com sua sensibilidade, transmitem esse cansaço de quem vive já sem esperança...

Obrigada pelo teu afecto pelas minhas causas.

beijo, Herético.

G- Souto said...

Bem-vindo 'Mar arável'. O belo ciclo da vida, que por vezes é abruptamente cortado.