Saturday, May 17, 2008

A minha Pátria....










Fernando Pessoa
Caricatura VL2002

A minha Pátria é a Língua Portuguesa!



Pessoa, Fernando, 1888-1935
Patriota? Não: só portuguez. : (1º v.) / Alberto Caeiro
BN Esp. E3/68-4r


G-S


(portuguesa, aprendiz de escritora)


Fragmentos Culturais
(em dias de lusitanas tristezas, em jeito de manifesto Anti Acordo)


17.05.08
Copyright © 2008-Fragmentos Culturais Blog, fragmentosculturais.blogspot.com®



10 comments:

Luís Costa said...

Em primeiro lugar, queria agradecer-lhe as elogiosas palavras deixadas no meu blogue. Depois, devolver-lhe a minha simpatia pelo gosto que demonstra por Pessoa, que está para a poesia portuguesa, como Eça está para a prosa. Do primeiro direi o que ele mesmo disse da Coca-Cola:"primeiro estranha-se, depois entranha-se". Do segundo não digo o mesmo, apenas porque não se estranha.

Tiago R Cardoso said...

gostei, uma boa escolha.

um bom momento cultural num bom dia para se incentivar a ida a um museu.

Oliver Pickwick said...

O português é a terceira língua ocidental mais falada, após o inglês e o espanhol.
A última e mais bela flor do Lácio é falada em oito países, Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor Leste.
É preciso unificá-la. Pense nisso! ;)
Um beijo!

(a) said...

Este acordo, é algo que me entristecesse bastante, pela forma como é feito, e pelas razões que são apresentadas. Uniformizar, padronizar, parece que já não há espaço para identidade própria, efeitos de uma globalização, que se torna cada vez mais opressiva quanto a valores.

Um Beijo,
..........neste inicio de semana!

GYSELLE FONSECA said...

No blogger do monomaniaco encontrei vc, espaço bem interessante.
Beijos.

Fragmentos Culturais said...

Falou aqui de dois autores que muito admiro, 'respeito' e leio!

Os dois 'vangauardistas'... no[s] seu[s] tempo[s]!

Mas, como tão bem sabe, os dois já explanavam este complexo 'tacanho' de inferioridade, este 'ir atrás dos outros' que nos assola... desde os primórdios da nacionalidade, suponho, já que tão entranhado!

E por falar da Portugalidade... foi com muito prazer e muito enleio que ouvi, no domingo à noite, o historiador Prof. José Hermano Saraiva dedicar um programa completo de História... a Grandes Escritores Portugueses!
Uma linda e 'expressiva' homenagem!

Sensibilizada pelo seu olhar em 'fragmentos'!

Fragmentos Culturais said...

... é claro que não esqueci o 'Dia Internacional dos Museus', Tiago!

Mas, há por vezes prioridades, espontaneidades, opções... e esta foi a minha!

O acordo está-me 'serrando' a língua, para não falar na 'escrita'!

Sensibilizada pelo teu olhar amistoso em 'fragmentos'!

Boa semana!

Fragmentos Culturais said...

Pois é, amigo 'Pick'!

E ainda bem que falou no inglês...

Este assunto da identidade linguística não preocupou o Reino-Unido ou a França!

E no entanto, quantos países, em vários continentes têm como língua oficial o inglês... o francês... embora com grafias diferentes?!!

A cada país, a sua identidade linguística, mesmo idioma tudo bem, diversidade ortográfica, é claro!

Sensibilizada pelo olhar amistosamente brasileiro em 'fragmentos'!

Um beijo,

... amigos amigos, grafias à parte...
Pense nisso! ;)

Fragmentos Culturais said...

... realmente a interculturalidade que apoio e acho benéfica pela partilha, não é isto, 'a'!

Cada país devem fazer evoluir a sua língua como melhor adaptação a novos tempos, novos falantes!

Mas sempre, com dignidade intelectual e cultural! Convenhamos!

As vozes de Lobo Antunes, Saramago, Graça Moura e alguns conceituados Linguistas não foram sequer tidas em apreço...

Sensibilizada pelo olhar atento em 'fragmentos'!

Um beijo... neste meio da semana, fresco e inquieto

Fragmentos Culturais said...

... espero que volte, 'gyselle'!

Sensibilizada pelo olhar amistoso em 'fragmentos'!

Um beijo