Sunday, November 4, 2007

Retrospectiva Paula Rego em Madrid








Paula Rego, auto-retrato

"Pintar é (um acto) prático mas também mágico. Estar no meu estúdio é como estar dentro do meu próprio teatro”

Paula Rego




Dancing Ostriches 3 (1995)
http://library.thinkquest.org/

Está a decorrer no Museo Nacional Centro de Arte Reina Sofia em Madrid a mais importante Exposição de Paulo Rego dos últimos anos.




Paula Rego, Madrid 2007
créditos: Expresso/Autor não identificado
http://expresso.sapo.pt/

"Paula Rego (Lisboa, 1935) es una de las pintoras figurativas más relevantes de la escena internacional. Su producción artística está enraizada en experiencias y recuerdos personales, en siniestras fantasías y en la historia del arte y la literatura. A principios de la década de 1950 se traslada a Inglaterra para estudiar en la Slade School of Fine Art y adopta Londres como ciudad de residencia principal."


Paula Rego afirma que as suas maiores influências são James Ensor, Bordalo Pinheiro e Goya. A a sua fabulosa obra estará então bem próximo das muitas obras de Goya expostas no museu ao lado, o Prado.

Duas centenas de pinturas, desenhos e gravuras integram a exposição de Paula Rego. É a maior e mais completa mostra retrospectiva da pintora já apresentada em Espanha e uma das mais importantes realizadas nos últimos anos.

A exposição é comissariada pelo historiador Marco Livingston e estará patente até ao dia 30 de Dezembro.

As obras apresentadas, algumas das quais pela primeira vez, percorrem os 52 anos da carreira de Paula Rego. São 90 quadros, 60 desenhos e 70 gravuras.



"A sua obra artística - lê-se ainda - está enraizada em experiências e recordações pessoais, em perversas fantasias e na história da arte e da literatura". *






The blue fairy whispers to Pinnochio



"Mis cuadros son fábulas con un lado cómico y otro trágico" é o título da entrevista  a Paula Rego, publicada no jornal espanhol El Pais, em 22 Setembro 2007.





"La pintora portuguesa residente en Londres Paula Rego es una de las figuras más relevantes de la actualidad, con un mundo poblado por personajes extraños y escenas perturbadoras. La próxima semana el Museo Reina Sofía de Madrid le dedica una retrospectiva." (...)


El País/ Arte y Feminismo




Swallows the Poisoned Apple (1995)
Paula Rego
http://library.thinkquest.org/


"Ela é uma das artistas mais humanas que ainda vivem. O seu trabalho toca muito e, a esse nível, mesmo pessoas normais que não estejam muito por dentro da história da arte ou da arte contemporânea vão sentir-se cativadas e até envolvidas pelas fantásticas narrativas e pelo imaginário por trás dos seus trabalhos."

Marco Livingstone, comissário e historiador
Público, 01.08.2007

A exposição seguirá, no início do ano, para o Museum of Women in the Arts, em Washington, onde estará patente entre Fevereiro e Maio de 2008.



G-S

Fragmentos Culturais*

04.11.2007
Copyright © 2007-Fragmentos Culturais Blog, fragmentosculturais.blogspot.com®

Referências:

* Anjo (1998)


** A selecção das obras é pessoal e não se prende com a temática da Retrospectiva.

18 comments:

quintarantino said...

Está explicado o mistério da ausência... visita cultural.

Tiago R Cardoso said...

Nunca tive a ocasião ou se calhar a vontade de ver a obra da senhora.

No entanto como já aqui referi várias vezes estou numa faze de descobertas, já tinha visto algumas noticias sobre a pintora, mas estou com vontade de ver melhor.

Fragmentos Culturais said...

A ausência prende-se com trabalho e alguma falta de tempo... a par com pouca vontade de escrever, 'Quintarantino'!

Aqui trata-se de uma visita cultural 'virtual' :)
Visitei sim a obra de Paula Rego no Museu de Arte Contemporânea Serralves, mas em 2004!
Embora fosse uma Exposição de grandes dimensões, não tinha efectivamente uma leitura retrospectiva!

Mas deu para apreciar bem a obra desta autora que os estrangeiros tanto admiram!

Gosto particularmente das fases dedicadas aos contos tradicionais, livros de autor, e histórias de Walt Disney!

A série 'Avestruzes Voadoras' sob temática do filme 'Fantasia' é impressionante!

Sensibilizada pelo olhar amigo em 'fragmentos!

Boa semana!

Fragmentos Culturais said...

Tiago, a obra de Paula Rego, admirada ao vivo, tem um dinâmica impressionante! É também majestosa na sua dimensão e pujança de mundos envolvidos em cada tela!

Não aprecio particularmente o traço fortemente 'grosseiro' das suas personagens! No entanto, a autora remete-nos para as suas recordações de infância! E, segundo afirma, nas suas memórias, o povo português caracterizava-se precisamente por isso! Embora ela tenda a 'avolumá-los'... para justificar um passado 'remoto' feito de histórias !

Penso que por muito que admiremos as imagens das suas telas em livro, na Internet... nada dá a verdadeira magnitude narrativa de cada um dos seus quadros!

Eu fiquei a admirar 'conscientemente' a sua obra, depois de visitar a Exposição em Serralves em 2004/2005!

Se tivesse oportunidade, iria de bom grado até Madrid!

Espero ter sido convincente ;)

Sensibilizada pelo seu 'fiel' olhar em 'fragmentos'!

Boa semana!

Psy said...

Olha eu aqui de novo...
Parada certa para alimentar m´alma com fome de arte e cultura.

Pra falar a verdade, sou iniciante no mundo das artes.
Não tenho entendimento suficiente para julgá-las, por isso, limito-me a entendê-las à luz da razão da minha emoção.
E gosto muito de entrar no mundo das criações, compreender suas "nuances" e senti-las na sua essência.
Um bom livro, uma bela pintura, uma música envolvente... enfim, tudo é arte.
E, para mim, a arte é o reflexo da alma. E quem faz a arte é capaz de exteriorizar o que há de mais belo em si.
Beijos.

(Feliz por ter me visitado.
Espero tê-la por lá mais vezes.)

7 Pecados Mortais said...

Realmente Paula Rego, entra no seu teatro e faz na tela a sua obra, a sua vida. Expõe muito ela própria, mas isso é como tudo, já a mexicana "Frida" o fazia e não deixava de ser notável. Temos de a aceitar como é, gostando ou não da pintura, mas acredito que esta apresenta traços fortes, carregados cor cores intensas, tentando assim transmitir com convicção a sua peça de teatro, a sua vida, como ela refere. Beijos.

Fragmentos Culturais said...

Olá 'Psy'!

É com muito gosto que a leio de novo!

Na minha humilde opinião... a arte é para ser sentida [assim falaram grandes artistas, pintores conceituados, músicos célebres, outros] e não para ser entendendida, isto é julgada! Deixaria de ser arte!?!

Aos estudiosos sim, o mister de interpretar, catalogar, 'julgar'... de modo a poderem transmitir e/ou divulgar ensinamentos, em locais académicos!

Sentir sim, na sua essência [quando a tem...] fruir, retirar alguns sentidos para as suas vivências!
Um livro, um quadro, uma peça musical, um filme, um lindo pôr-do-sol, uma bela noite de lua cheia... tudo é arte suprema a ser contemplada!

Sensibilizada pelo olhar poisado em 'fragmentos'!
Beijos

Fragmentos Culturais said...

Duas pintoras muito diferentes, segundo o meu sentir, mas ambas 'figurativas' e 'expostas' nas suas obras! Muito convictas!

Gosto bastante das duas... cada uma na sua dimensão!
Paula Rego é muito mais enriquecedora!!
Paula Rego é 'burilada', cada uma das suas telas é fruto de intenso estudo, trabalho! Mas Frida é 'naïf' [o que lhe dá um certo encanto].
O 'palco' de Paula Rego é vastíssmo, ricamente 'culturalizante'!
A sua incursão na literatura é fantástica!

É sempre com alegria que leio seu olhar '7 Pecados Mortais'!

Boa semana!
Beijos

avelaneiraflorida said...

Fragmentos culturais,

Impressiona-me bastante a obra de Paula Rego!!!
As que foram aqui escolhidas são de um excelente sentido estético!!!!

Parabéns!!!!
UM BOM FIM DE SEMANA!!!!

quintarantino said...

Hum... suponho que este fim de semana a amiga se tehna deslocado ao Louvre... olhe, aproveite... bom fim de semana.

Fragmentos Culturais said...

Como referi, 'Avelaneiraflorida', as obras seleccionadas para este 'post' são apenas uma das leituras da obra de Paula Rego: os contos tradicionais.
É um apontamento de carácter pessoal!

Sensibilizada pelo teu olhar amistoso em 'fragmentos'!

Bom domingo!

Fragmentos Culturais said...

Não me importaria nada de ter dado um 'saltito' até Paris, 'revisitar' o Louvre, passear em alguns jardins... teria sido delicioso ;)
Mas não tenho essa disponibilidade!

Sensibilizada pela sua amizade!

Um excelente domingo!

ANTONIO DELGADO said...

Espero ter tempo para visitar esta exposição brevemente...Penso que a Paula Rego cada vez está mais ela e menos a artista...o que é muito bom em termos de coisas para dizer...pictoricamente.

Cordialmente
António Delgado

Fragmentos Culturais said...

Eu adoraria 'Antonio' mas penso que já me será possível!

Penso/sinto que Paula Rego tenha talvez já deixado para trás alguns dos seus fantasmas... e se entregue mais ao seu 'eu' que exprime pela imagem!

Sensibilizada pelo olhar atento em 'fragmentos'!

Um abraço

Juliana Salomon said...

estou a passear por aqui,encontrando ecos
venha visitar-me hora dessas..
www.quasestoria.blogspot.com

Fragmentos Culturais said...

Sensibilizada pelo olhar 'Juliana'!

Irei certamente retribuir a seu espaço!

Anonymous said...

para quem gosta de Paula Rego

www.facebook.com/paulafigueiroarego

Fragmentos Culturais said...

Obrigada, 'Anonymus', mas já sigo a página no Facebook :)