Wednesday, January 6, 2016

Tradições : Boa noite de Reis !




Dia de Reis

Hoje é Dia de Reis. O dia que hoje se celebra, 6 de Janeiro, é mais importante para os cristãos ortodoxos do que o Dia de Natal. Assinala assim o fim das Janeiras (cantares de tradição religiosa) que começam a ser cantadas a partir do 1 Janeiro.

A noite do dia 5 Janeiro  é conhecida como Noite de Reis. A data marca, para os católicos, o dia para a veneração aos Reis Magos, que a tradição surgida no século VIII converteu em Melchior, Gaspar e Baltazar.

A bíblia não faz referência a “reis” mas a "magos" e também não diz quem eram, mas o tempo encarregou-se de de lhes dar nomes, Belchior, Gaspar e Baltazar. Em algumas culturas, eles correspondem ao "pai natal”, sendo as renas substituídas pelos camelos, nos quais os tais magos, diz a tradição, iriam montados.

Em Portugal a distribuição dos presentes é no Dia de Natal. No entanto, sabe-se que em vários países, é no Dia de Reis que se reúne a família e se faz a troca de presentes.




Dia de los Reys Magos, Andalucia, Espanha

São muitas as cidades espanholas onde desfilam las cabalgadase nelas os famosos Reis Magos, personagens vestidas a rigor, espalham alegria e boa disposição. É o dia maior das festividades de Natal.

Em algumas localidades, deixam-se sapatos na janela, durante a noite, com erva para alimentar os camelos dos Reis Magos, num gesto premiado com doçarias no amanhecer de hoje, dia de Reis.



 Bolo-rei

A tradição manda que a família se reuna novamente para celebrar o fim dos festejos natalícios. E que se cantem as Janeiras neste Dia de Reis.

A tradição deste último jantar em família perdeu-se entre nós. Apenas se conserva o hábito de comer Bolo-rei que tradicionalmente trazia, no interior, uma fava e um brinde. A pessoa que encontrasse a fava na fatia que comia, teria que “pagar” o Bolo-rei no ano seguinte. Os brindes teriam o significado de sorte. 

Hoje, a fava e o brinde simbólico já não são permitidos, para evitar serem inadvertidamente deglutidos.



La Galette des Rois (France)

Em França é tradição a Galette des Rois. Não difere muito do nosso Bolo-rei. E pelo que sabemos, a fava mantém-se, bem como em Espanha. Assim, deveria ser. Tradições que perdem valor no nosso país.



Grupo cantares Janeiras

Hoje mesmo, também, e como é tradição, grupos de cantares percorrerão certas aldeias a “cantar as janeiras”. Nas cidades, há muito deixaram de se ouvir. Esta acção de "cantar as janeiras" pelas portas tinha como recompensa uma prenda em comida ou dinheiro.

Acredita-se que, no dia 6 de Janeiro, se deve fazer pedidos para que os três Reis Magos tragam muita sorte, prosperidade e dinheiro. 




Em certas localidades e algumas cidades portuguesas manda a tradição comer bagos de romã. E os mais tradicionalistas ou supersticiosos procuram mesmo uma romã com 7 bicos, para ter dinheiro todo o ano, ou pelo menos, para que o dinheiro não falte.
Bom, pelo sim, pelo não, lá vou eu à procura de uma romã com 7 bicos, e terei muito cuidado para que nenhum bico se parta até chegar à ceia de Reis, logo à noite.

Boa Noite de Reis ! 

G-S

06.01.2016
Copyright © 2016-Fragmentos Culturais Blog, fragmentosculturais.blogspot.com®

11 comments:

Aflores _ said...

Do que tu te foste lembrar agora... do tempo da fava e do brinde no Bolo Rei! Adorava!
Já vivi e senti a tradição dos Reis na nossa vizinha Espanha... a minha mulher é de descendência espanhola,tem uma 'costela' Galega ;) :)
Este teu texto também me transportou há uns anos atrás, quando o meu pai ainda era vivo e me oferecia uma romã para comer na noite de Reis.
Isto hoje é muita recordação... e saudade.
Bem-hajas.

Tudo de bom.

Excelente ano de 2016

Rafeiro Perfumado said...

A nova teoria é que os Reis Magos seriam da Andaluzia. Claro, Andaluzia - Belém, de camelo, é um tirinho.

Daniel C.da Silva (Lobinho) said...

Conhecia uma boa parte das curiosidades aqui trazidas, Fragmentos, mas gostei da explanação enriquecedora :) Desconhecia, porém, essa das romãs, mas espero que tenha encontrado uma com sete bicos. As tradições têm sempre tanto valor...

E, claro, que seja um bom ano na alegria e amizade... :)

Batista Filho said...

Adorei a postagem/partilha!
Deixo um abraço fraterno.

heretico said...

pas d´idées? oh! j´y sait...
l´important c´est la rose, n´est ce pas?...

je t´embrasse!

G- Souto said...

Verdade, 'Aflores':-) A noite de Reis faz parte do imaginário da minha infância. Dava-se tanta importância como à noite de Natal. Lembrei algumas tradições, hoje perdidas.

Nunca passei a noite de Reis em Espanha, mas deve ser muito interessante, perante as tradições que continuam.

Ainda bem que esta postagem te trouxe doces memórias de tua infância, família e gestos que ficam para a vida... como essa oferta de teu pai.

Tudo de bom !

G- Souto said...

Não duvido, 'Rafeiro' ! É mesmo um tirinho :-)

Foi muito bom 'rever-te' por aqui.

G- Souto said...

Fico contente em saber que gostaste da explanação sobre tradições da noite de Reis.

Infelizmente, a romã que encontrei tinha os 7 bicos.... mas partidos. Comprei na mesma. Não sou assim tão supersticiosa. E lá comi, como a tradição aponta :-)

Retribuo com muita amizade os votos de Bom Ano, Daniel !
Um beijo,

G- Souto said...

Muito obrigada, Batista Filho. Mas que bom !

Adorei a visita e o facto de deixar o comentário caloroso. Sensibilizada.

Abraço fraterno, retribuo.

G- Souto said...

Pas d'idées, souvent...
Eh! oui, l'important c'est la rose :-)

Je t'embrasse affectueusement, 'Herético' !

G- Souto said...

Batista Filho, tentei agradecer em sem blog, mas não deu.
Fica aqui, mais uma vez, meu agradecimento.

Abraços