Saturday, December 17, 2011

Google Zeitgeist 2011





Chega-se a esta altura do ano e aparecem os + em todas as áreas. Aqui  a visão do mundo 2011, factos e eventos.


"Quem somos nós, quem é cada um de nós senão uma combinatória de experiências, de informações, de leituras, de imaginações? Cada vida é uma enciclopédia, uma biblioteca, um inventário de objetos, uma amostragem de estilos, onde tudo pode ser continuamente remexido e reordenado de todas as maneiras possíveis."



Calvino, p. 138 


in Brandão, Ruth Silviano, Literatura e psicanálise,
Porto Alegre: EdUFRGS, 1996, p. 29




G-S


17.12.2011

(formato web 2.0)

Copyright © 2011-Fragmentos Culturais Blog, fragmentosculturais.blogspot.com®


Créditos: video Zeitgeist

Música:  "Sooner or Later" - Mat Kearney



15 comments:

pinguim said...

Excelente este vídeo. Já o tinha partilhado no Google+

. intemporal . said...

.

.

. cada vida . é uma combinação que se/nos acrescenta .

.

. e dela . ruma à eternidade . cada legado que permanece .

.

. um santo e feliz natal .

.

. um beijo meu .

.

.

mfc said...

São apenas épocas!
E como não somos plantas não vivemos (predominantemente) em função das épocas... sejam elas qual forem e por mais hipócritas que sejam!

Daniel Silva (Lobinho) said...

A vida, em última e primeira instância, somos nós. Havia alguém que colccionava coisas do mundo, da natureza. Uma folha, uma concha, uma flor, uma pedra, um ramo, uma borboleta, um azevinho, um pequeno raro animal... DEpressa se apercebeu que nao devia ter nada disso em casa porque... o mundo é a nossa casa.

O mesmo aqui. A vida somos nós todos e as aprendizagens, erros, interjeições de vida e esgares de momento, descobertas histórias e minudências de alma. É o barro humano vertido em cada instante em tudo!

2011 é apenas outro ano cheio de tudo isso. Do Homem. Com tudo o que tem de terrível, mas igualmente de belo e grandioso.

UM beijo sempre amigo

Lilá(s) said...

Um Feliz Natal
perfumado de amor
paz e saúde!
¸/\ღ/\¸
(=•_•=) Feliz Natal
.*•.¸.•*
ღ♥*♥ღ.•*¨) ҉ ˛**. ˛*.。˛. *☆҉

Beijinhos

vitor cunha said...

O ano em curso orientou-se globalmente segundo uma palavra chave: "CRISE".
- Crise económica
- Crise política
- Crise moral
- Crise democrática
- Crise ecológica
- Crise, crise, crise...
O HOMEM entrou num ciclo que o leva a questionar a sociedade em que vive e a velocidade da comunicação fornece-lhe conhecimento super abundante que faz despertar nele uma parte obscura de si próprio. Estamos perante uma espécie de psicanálise colectiva e dela vem ao de cima tudo o que cada um tem em si mesmo como peça da máquina mais complexa que é o cosmos. A CRISE que sentimos é o resultado dum ciclo do
cosmos, em que nos integramos e de que fazemos parte. Enquanto e se este ciclo não for cumprido, a desigualdade e todos os problemas que nos afligem, poderão fomentar mais guerras nacionais, regionais ou mesmo uma terceira guerra mundial.O vídeo é uma válida forma de nos levar a fazer uma necessária reflexão e auto crítica dos acontecimentos do ano.

Beijinho e um feliz Natal.

heretico said...

mais uma peça para a "Sociedade do Espectáculo" - sugestiva como se impõe...

beijo. de Natal...

Fragmentos Culturais said...

Está exclente, sim, João! Revisão do ano em boa montagem.

Fragmentos Culturais said...

Errata (resposta a João):

'... excelente...'

Fragmentos Culturais said...

Paulo, muito sensibilizada pelas palavras aqui deixadas.

Passarei antes do Natal para retribuir teus votos.

Um beijo,

Fragmentos Culturais said...

Amargo, mas adequado em certas situações, 'mfc'.

Fragmentos Culturais said...

Sim, Daniel, o mundo, a vida, em pleno século XXI, somos todos nós na partilha das descobertas, das vivências, do pensamento crítico.

E o ano 2011 foi bem a demonstração mundial da consciencialização dos Homens perante o Futuro.

Um beijo amistoso

Fragmentos Culturais said...

Um beijo, 'Lilá(s)
(que 2012 seja mais suave...)

Fragmentos Culturais said...

Foi isso que tentei sintetizar, na resposta a Daniel!

E sim, estou de acordo contigo, Vítor! As imagens do vídeo não são aleatórias... a reflexão está bem presente, é como que uma chamada de atenção...

Um beijo

Fragmentos Culturais said...

... não é só mais 'uma peça para a "Sociedade do Espectáculo" - há algo mais, 'Herético'...

Um beijo