Friday, December 29, 2017

Um poema para o Novo Ano : reflexão !




credits: unknow


A Vida

A vida, as suas perdas e os seus ganhos, a sua 
mais que perfeita imprecisão, os dias que contam 
quando não se espera, o atraso na preocupação 
dos teus olhos, e as nuvens que caíram 
mais depressa, nessa tarde, o círculo das relações 
a abrir-se para dentro e para fora 
dos sentidos que nada têm a ver com círculos, 
quadrados, rectângulos, nas linhas 
rectas e paralelas que se cruzam com as 
linhas da mão;

a vida que traz consigo as emoções e os acasos, 
a luz inexorável das profecias que nunca se realizaram 
e dos encontros que sempre se soube que 
se iriam dar, mesmo que nunca se soubesse com 
quem e onde, nem quando; essa vida que leva consigo 
o rosto sonhado numa hesitação de madrugada, 
sob a luz indecisa que apenas mostra 
as paredes nuas, de manchas húmidas 
no gesso da memória;

a vida feita dos seus 
corpos obscuros e das suas palavras 
próximas.

Nuno Júdice, A Vida
in Teoria Geral do Sentimento, Quetzal Editores, Março 1999 

Bom Ano 2018 para todos os amigos e leitores!

G-S

Fragmentos Culturais

29.12.2017
Copyright © 2017-Fragmentos Culturais Blog, fragmentosculturais.blogspot.com®


Friday, December 1, 2017

Zé Pedro : Para sempre !






créditos: Público/ Paulo Pimenta, 1999


“Pensas que eu sou um caso isolado 
Não sou o único a olhar o céu
A ver os sonhos partirem 
À espera que algo aconteça”, 

Xutos & Pontapés, Não sou o único




créditos: Lusa/ José Sena Goulão
Rock in Rio 2016




créditos: Lusa/ Nuno Veiga, 2001




créditos: Lusa/ Miguel A. Lopes, 2010




Zé Pedro, tributo a sua mãe
créditos: Público/ Autor não identifacado, 2007


O nosso amor de sempre
Brilhará, p'ra sempre
Ai, meu amor
O que eu já chorei por ti
Mas sempre
P'ra sempre
Vou gostar de ti,
Xutos & Pontapés, Para Sempre







G-S

Fragmentos Culturais

01.12.2017
Copyright © 2017-Fragmentos Culturais Blog, fragmentosculturais.blogspot.com®