Sunday, October 28, 2007

Meditando Outono






credits: Serdjan Zivulovic/Reuters 2007


No alpendre, um vento gelado
atravessa a minha roupa fina.
É noite, ressoam os últimos tambores,
goteja a água na clepsidra de jade.
A lua atravessa a Via Láctea,
Embebida de luz.
Um pega salta de uma árvore de Outono,
uma chuva de folhas cai.

Wang Wei, Meditando Outono, (701-761)*







credits: Sed Wening/AP 2007
http://news.yahoo.com/


Outono, tempos de minha interioridade! A Natureza prepara-se para hibernar.


Tal como a Natureza, prescindo do exterior e me recolho em pensamentos de profundas litanias que se adentram e me fazem silenciar.


Cada cambiante de cor envolve a minha consciência e transforma as minhas emoções em pequenas partículas de raios de sol tímidos e suaves. E escondo-me na mancha azul desbotada, mesclada de nuvens de algodão pardacento que dá início a essa nova estação.

O verde já não é alegre, começa a transmutar-se numa paleta irisada de amarelos, ocres, vermelhos e castanhos. 

A neblina descerra seus véus em transparências divagantes, enquanto uma
leve melopeia sopra nos espaços feitos de murmúrios sussurrados. Sons trazidos pelo cântico da brisa que acompanham fragrâncias de eternidades.

Meu olhar percorre jardins e veredas em ternos melancólicos aconchegos! 



Aspiro profundamente a brisa dos afectos aromatizados, envolvidos no ar silencioso que me cruza intensamente.

O Outono abre seu manto imenso, majestoso. E recolhe os seres mais delicados.



G-S


©texto original

Fragmentos Culturais


28.10.2007
Copyright © 2007-Fragmentos Culturais Blog, fragmentosculturais.blogspot.com®


* Poemas de Wang Wei, Instituto Cultural de Macau, 1993


28 comments:

quintarantino said...

Gostei. Simplesmente porque ao belo pouco mais se pode acrescentar limito-me ao gostei!

avelaneiraflorida said...

Os tons outonais que tanto me agradam ...vistos e sentidos com emoção!!!

Simplesmente LINDO!!!!

UMA BOA SEMANA!!!

Tiago R Cardoso said...

Por estes lados vale a pena esperar pelos posts.

Muito bom.

Já agora agradeço as suas visitas ao "Notas Soltas", pela sua contribuição para o debate e as palavras de solidariedade que me deixou.

De um fã do seu trabalho.
Tiago.

Sophiamar said...

um poema lindíssimo, um texto excelente, um blogue muito simpático.Por cá passarei mais vezes.
Tem um bom dia!

Beijinhosssss

Fragmentos Culturais said...

Sensibilizada pelo seu olhar afectuoso em 'fragmentos', 'Quitarantino'!

Fragmentos Culturais said...

Os tons do Outono são talvez os mais quentes do ano... eu adoro-os!
Mas, a estação sazonal de recolhimento traz-me 'intranquilidade'!

Sensibilizada pelo seu olhar afectuoso em 'fragmentos', 'avelaneiraflorida'!

Uma excelente semana!

Fragmentos Culturais said...

Caro Tiago,

Que bom vê-lo de volta!
Os meus comentários são despertados pelos temas 'importantes' que coloca em discussão!

Quanto às palavras... mais do que solidariedade... de amizade embora 'virtual' pelo carinho também aqui demonstrado na sua 'fidelidade'!

Sensibilizada pelo seu olhar sempre afectuoso em 'fragmentos'!

Um abraço,

Fragmentos Culturais said...

Sensibilizada pelo teu olhar amistoso em 'fragmentos', 'Sophiamar'!

Espero ver-te por cá com frequência... embora eu publique com alguma irregularidade!

Tem uma excelente semana!
Um beijo

7 Pecados Mortais said...

A bela forma de sentir o Outono, parabéns por mais um belo texto sentido no seu maior esplendor. Grato pela visita, não tem que pedir desculpa por ter levado o banner, simplesmente porque a causa em si necessita de apoiantes e publicidade. A autoria do mesmo neste caso em particular não tem qualquer importância. Sirvo para os outros aquilo que sirvo para mim. Beijos.

SILÊNCIO CULPADO said...

O Outono é tempo de nostalgia e de recolhimento. Sempre fiquei triste ao ver as árvores a perderem as folhas que o vento varre impiedosamente. E então, de forma solidária, e muito lentamente, aconchego-me a ti porque hoje é Outono e não estou ausente.
Encontrei este canto com que me identifico e onde adivinho alguém que sente como eu.

O Puma said...

chuva de folhas

belo

e simples

excelente

Fragmentos Culturais said...

Foi com prazer que visitei seu espaço, '7 pecados mortais'... não o esqueci!
Apenas a vida me retira o gosto de pequenos gestos, o culto de certos afectos!

Preferi avisar que trazia o 'banner'... afinal uma causa que diz respeito a todos nós!

Sensibilizada pelo seu olhar sempre afectuoso em 'fragmentos'!

Um beijo

Fragmentos Culturais said...

Porque hoje é Outono... as folhas na madrugada fria varriam as ruas por onde passei, o vento gélido fustigava meu olhar melancólico, a luz bela mas tão pouco aconchegante!

Sensibilizada por estares 'presente', e pelo teu olhar sempre afectuoso em 'fragmentos', 'silêncio culpado' !

Um beijo nesta noite sem luar

Fragmentos Culturais said...

Sensibilizada pelo olhar amistoso em 'fragmentos', 'Puma'!

Uma boa-noite!

Vieira Calado said...

Textos de excelência, sem dúvida.
Bom fim de semana.

Fernanda e Poemas said...

Olá, Complexa, postagem mas gostei!!!
Beijinhos,
Fernandinha

quintarantino said...

Amiga... hoje é dia de castanhas... e, já agora, perdoando o atrevimento, não nos vais castigar e obrigrar a esperar pelo Inverno para te ver aqui novamente?

Frioleiras said...

Outono... saudades, neste quase Verão, das folhas douradas de então...
Novembro... o mês cor de mel...

Fragmentos Culturais said...

Sensibilizada 'Vieira Calado' pelo olhar poisado em 'fragmentos'!

Excelente fim-de-semana!

Fragmentos Culturais said...

Será talvez complexa, 'Fernanda'!
Mas são os meus sentires - o estético-literário de Wang Wei, e a 'divagação' intimista!

Sensibilizada pelo olhar amistoso poisado em 'fragmentos'!
Um beijo

Fragmentos Culturais said...

Pois é 'Quintarantino'! Imagina que esqueci as castanhas... eu que adoro!

Quanto a novo 'post' digamos que o trabalho me tem desgastado!
E a disponibilidade interior também anda um pouco arredia!

De qualquer modo, fico sensibilizada pelo teu interesse e atento olhar em 'fragmentos'

Bom fim-de-semana!

Fragmentos Culturais said...

A luz espalha-se sobre a cidade neste
verão em tons acobreados que se adentra pelo mês de Novembro.

Sensibilizada 'Frioleiras' pelo olhar poisado em 'fragmentos'!

Jazz Manel said...

Gostei muito do poema do Wang Wei, refelecte uma paz e uma calma com o ambiente que nos rodeia!

Fernanda e Poemas said...

Olá amiga , passei para deixar-te um beijinho.
Fernandinha

Fragmentos Culturais said...

Wang Wei é um dos meus 'poetas' favoritos. Gosto da simplicidade do seu 'olhar' a vida!

Sensibilizada 'Jazz Manel' pelo olhar poisado em 'fragmentos'!

Excelente fim-de-semana!

Fragmentos Culturais said...

Sensibilizada 'Fernanda' pelo carinho aqui poisado!

Um beijo

Psy said...

Depois de tudo que foi dito... limito-me a ler, ler, e ler.
Espaço que nos faz viajar no tempo, nos sentidos. Para lugares que só se vai uma vez.

Fragmentos Culturais said...

Sensibilizada pelo seu olhar sensível em 'fragmentos', 'Psy'!

Espero reencontrá-la!