Saturday, April 16, 2016

Cultura Pop : E se Mona Lisa sorrisse ? Musée du Louvre






«Mona Lisa Smile» de will.i.am ft. Nicole Scherzinger © captura ecrã 

Descobri hoje um vídeo. É óbvio que fiquei fascinada. Pelo inesperado, pelas obras de arte nele contidas. E por que não pela criatividade?

À parte a 'profanação' bem intencionada de grandes obras de arte da pintura, exigiu criatividade ligada à inovação das novas tecnologias.

Remete-me para aquele conceito do Museu de Selfies que partilhei aqui em 2014. E que também considerei muito original, pegando num conceito kitsch - as selfies - tranformando em obras de arte pop.

Gosto deste novo pensamento criativo que remete para uma ideia de Renascimento que une mentes criativas e arte. Mexe com a cultura e torna-a mais acessível a todos.

Will.i.am au Louvre partiu de um convite do próprio Museu ao músico que é um grande admirador de arte.

Então aqui fica «Mona Lisa smile» de will-i-am ft. Nicole Scherzinger:




« Quel que soit le nombre de peintures que je peux voir, il y a quelque chose de magique chez Mona Lisa »

Foi com estas palavras que o cantor will.i.am desvendou há alguns dias, no Musée du Louvre, este seu novo clip «Mona Lisa Smile». 




Will.i.am au Louvre

Poderão encontra no site oficial do Musée du Louvre o projecto Will.i.am au Louvre

"will.i.am met à l’honneur le musée du Louvre dans un clip et un documentaire lancés en exclu sur dailymotion et sur www.louvre.fr.

Un documentaire de 12 minutes « will.i.am au Louvre » retraçant plusieurs thèmes : la créativité au 18e siècle, Marie-Antoinette et les objets scientifiques. Vous y découvrez notamment un parallèle entre les inventions technologiques, la starification, les réseaux sociaux d’hier et d’aujourd’hui. Il est entouré de David Rowan, rédacteur en chef du magazine britannique Wired et Frédéric Dassas, conservateur au département des Objets d’art du musée du Louvre."



The Black Eyed Peas

O cantor/produtor norte-americano que faz parte do grupo Black Eyed Peasfalou  do seu fascínio pelo quadro de Leonard Da Vinci, «La Joconde». Escreveu por isso o texto/tema da canção em que se imagine como companheiro de La Joconde. 

Como viram, wiil.i.am 'infiltra-se' em vários quadros bem célebres de Vermeer, David, ou Delacroix, entre outros, que fazem parte das colecções do Museu du Louvre em Paris. No site do cantor poderão ter acesso a todas as obras de arte em que ele se 'introduziu'. A ver aqui


Repararam que Mona Lisa assume o rosto de Nicole Scherzinger?

Bom, só para compreenderem melhor esta nova cultura Pop, o trabalho conjunto de Will.i.am e o Musée du Louvre demorou três anos a ser concluido e dar um vídeo surprendente.

Fiquei rendida! Tenho grande admiração pelo empenho inovador de uma boa parte de conceituados Museus, a nível mundial, de modo a tornar estes ambientes sagrados de Arte em espaços actuais, incluindo as tecnologias, redes sociais, como meio difusor da cultura para todo o tipo de público, chamando a si as novas gerações. Bravo!

G-S

Fragmentos Culturais

16.04.2016
Copyright © 2016-Fragmentos Culturais Blog, fragmentosculturais.blogspot.com®

Créditos: «Mona Lisa Smile» de will.i.am ft. Nicole Scherzinger: video will.i.am (C) 2016 Interscope Records.


2 comments:

manuela catarino said...

"Brigados" por esta fantástica partilha, querida " Fragmentos"!

É sempre um prazer vir aqui ...e sair com coisas boas de que tanto gosto, também!!!!
E vou partilhar com os meus alunos esta descoberta magnífica! Eu sei que eles vão adorar!!!!

Que continues a descobrir coisas tão importantes para alegrar os dias!

TUDO DE BOM, PARA TI!
M.C.

G- Souto said...

Confesso que adorei esta 'descoberta' ! É de facto um 'remix' fabuloso... se assim me posso exprimir.

Gosto de se ser surpreendida nestas coisas da arte. E com as tecnologias, muitas audácias passaram a ser viáveis, algumas muito bem concebidas. Como esta de will.i.am com o apoio do Musée du Louvre.

O Louvre era até há bem poucos anos, um museu muito 'clássico'. Mas foi dos primeiros museus a compreender o papel das tecnologias na divulgação dos seus espaços e das suas colecções de arte.

Para mim, é igualmente uma alegria receber-te em 'fragmentos', Manuela! Quem sabe, possas gostar de Amadeo Souza-Cardoso que tanto sucesso está a fazer em Paris.

Tudo de bom !
Abraços,