Sunday, April 22, 2012

One Day on Earth: estreia mundial





One Day on Earth foi o apelo lançado em 11.11.2011 solicitando às pessoas de todo o mundo que partilhassem gravações de seus países durante 24 horas. Divulguei este projecto em Tempo de um olhar. Lembram?


E ficou prometido pelo realizador desta aventura sem fim que em Fevereiro 2012  o filme, compilando todos os documentários criados a nível mundial, pecorreria o planeta. Também nessa postagem, divulguei o trailer inicial.


Pois bem! Chegou o dia! Hoje, Dia da Terra, 22 Abril 2012, o filme One Day on Earth está a ser divulgado simultâneamente em todo o mundo. 





Milhares de pessoas oriundas dos mais diversos recônditos do planeta participaram neste extraordinário documentário. Produzido por Brandon Litman que, das 3 mil horas de filme recebidas, produziu o documentário final sobre a Humanidade (duração de 104 minutos).

Em Portugal, segundo pude averiguar, será exibido nas cidades de Lisboa, Coimbra e Braga. Não sei por que razão a cidade do Porto não aderiu a este fantástico evento.

De qualquer modo, para os que habitam nas cidades acima mencionadas, poderão consultar aqui os locais onde One Day on Earth poderá ser visto.


A espantosa realidade das coisas 
É a minha descoberta de todos os dias. 
Cada coisa é o que é, 
E é difícil explicar a alguém quanto isso me alegra, 
E quanto isso me basta.
 
Basta existir para se ser completo.(...)

Alberto Caeiro, A Espantosa Realidade das Coisas
in Poemas Inconjuntos, 
Poesia, Assírio & Alvim, ed. Fernando Cabral Martins, Richard Zenith, 2001


Dia da Terra lindo! 

G-S

Fragmentos Culturais

22.04.2012
Copyright © 2012-Fragmentos Culturais Blog, fragmentosculturais.blogspot.com®

* Tive muita dificuldade em aceder ao meu blogue. Não sei por que razão um hacker divulgou uma mensagem perniciosa, alegando que Fragmentos Culturais divulga "programas maliciosos", aquilo que denomina "sofware malicioso". Enfim, a cada um sua consciência! 


Não há dúvida que a maldade não tem limites. Valha-nos a consciência da partilha de fragmentos culturais "sem malícia". 


A todos agradeço a confiança e a amizade.

10 comments:

mfc said...

... a nossa única morada!!

Quanto à denúncia caluniosa de que foste alvo... ele há cada um!!!
É mesmo vontade de aborrecer!!

heretico said...

belo e harmonioso texto...

beijos

Daniel Cândido da Silva said...

Amiga

O video está belíssimo. Nele há poesia, alegria, piadas. Nele há choro, emoção, há tristeza como a do homem que... e ... e... e também há uma bveleza quase ímpar!

Eu gosto do dia a dia, sabes, do quotidiano, dos dias da semana, porque os fins de semana e os feriados são para todos. Mas é no cinzento dos dias, que também podem ser tão alegres e bonitos e azuis, que se compromete e prova a amizade, porque para que servem os amigos se não izerem nada e apenas aparecerem nas festas quando menos precisamos?

Da tentativa de qualquer coisa sobre este blog, se calhar o pc do tal hacker indicava-lhge que os links eram maliciosos (já que o blog não é um programa em si), mas mesmo que tenha sido isso, é claro que ao denunciar fosse o que fosse, ia trazer problemas e isso é muito mau. À guisa do facebook, onde vemos pessoas queixarem-se de nao poderem adicionar amigos porque outras as denunciaram por qualquer motivo...

O hacker que fez isto nao sabe pensar duas vezes, e talvez ele mesmo seja malicioso; pior é quando nem nos conhecem, fazem juízos e maldizem, como curiosamente um seguidor que passou a ver os meus blogs amigos para os seguir também, como "prova" de que indirectamente me afecta por uma longa historia que nao tem nada que contar (embora a tenha posto um dia em post para memória futura) ;) Mas a quem perde tempo com maledicências, não dou eu tempo de antena, mesmo que me siga nos blogs amigos, numa invisível maldade que só ele conhece.

Entre um e outro, acho que preferiria o teu desencanto de um hacker por programa malicioso, mais do que por pessoa maliciosa. Ele há de tudfo. Até na web...

(E hoje é dia do livro, dia em que escrevo. Conheço a tua "devoção" às tecnologias, como os ipad's ou pod's ;) mas mesmo embora nao sabendo bem a tua relação com os livros, eles são para mim algo que nunca será substituído por nenhuma plataforma que nao me deixa ver e mexer e sentir e tocar e cheirar aquele corpo físico, distinto e belo que é um livro :)

Um beijinho amigo e menos cultural por hoje ;)

Avelaneira Florida said...

"FRAGMENTOS",
que post lindo!!!!! vou tentar ver o documentário! acho que é a maneira de demonstrar a quem quer que seja que o ser humano ainda tem algo dentro de si que vale a pena!!!!

Quanto a "esses seres maliciosos" valem-se da "invisibilidade" da net porque não têm coragem para serem pessoas. Escondem-se atrás das "pseudo"tecnologias para viverem no seu lado negro sem verem mais nada em torno de si!
Coitados...acham-se eles os próprios "deus ex-machina"!!!!
Mais do que nos magoarmos, como sempre sucede, saibamos pura e simplesmente ignorá-los!

Bom fim de semana!!! Com livros, filmes, música...enfim, TUDO DE BOM!!!!

Lilá(s) said...

Mias um lindo post! bem ao teu estilo...
O teu "sofware malicioso" hoje está activo, só me deixou entrar á 3ª tentativa.
Bjs

Fragmentos Culturais said...

... pois há pessoas assim, 'mfc'...

Sim, uma 'morada' linda!

Fragmentos Culturais said...

... não sei se te referias ao excerto do poema de Alberto Caeiro. Senti que se enquadrava bem na 'filosofia' do filme.

Um beijo, 'Herético'

Fragmentos Culturais said...

Sim, o filme deve ser lindo, mesmo! Feito de 'peadços' da vida de tantas pessoas espalhadas pelo mundo!

Gostaria de o ver numa sala de cinema, um belíssimo documento do planeta e das pessoas que nele habitam!

Em espaços tão restritos, é muito difícil...

Só pelo vídeo de apresentação, ficamos 'presos' não é mesmo?

Compreendo-te tão bem, Daniel! São as pequenas coisas do dia-a-dia que nos levam a fruir de possíveis bons momentos que se enraízam em nós, e nos podem fazer sorrir ou comover até às lágrimas.

Também é verdade que a amizade transparece no 'cinzento' dos dias...

Por vezes, os amigos parecem afastados, mas não estão|estamos! O nosso coração está com eles!
Claro que não é comparecer nos dias de festa (esses são tão pouco importantes!)... é nos momentos exactos de maior sufoco.
Por vezes sentimos que pode haver qualquer coisa com um amigo... ou por premonição, ou por 'ondas' de pensamento(s) que chegam até nós (ou vice-versa) e sabemos que temos que estar lá! E estamos.

Mas nem todos temos a mesma sensibilidade! E tu sabes bem disso...

Quanto ao que se passou com o hacker (ou lá quem fosse) demonstrou falta de carácter e teve uma atitude feia que nem quero mais comentar :(

Mas anda por aí muita maldade, sim...


A minha 'devoção pelas tecnologias?! Não, 'devoção' tenho pelos afectos sinceros, pela música, pelos livros... as tecnologias são ferramentas que vieram abrir-nos para o mundo do saber.

'Não sabes a minha relação com os livros'?!
Se fizeres uma busca rápida em 'fragmentos' apenas com a palavra 'livro', aparecem-te mais de oitos páginas com posts dedicados a livros :)

Evidentemente, e também já me referi a isso, o livro nunca poderá ser substituído, embora os 'profetas' da tecnologia digam que o livro vai acabar por desaparecer... mas não acredito.

Agora, que dispositivos electrónicos, como ipads, iphones, smartphones ou kinders nos permitem fazer outro tipo de leitura(s)... lá isso permitem.

Um beijo, Daniel e votos de uma excelente semans!
(hoje o mar estava lindo!)

Fragmentos Culturais said...

Olá 'Avelaneira',

Se tiveres oportunidade de ver o filme documental, não percas!

Se tem! O ser humano continua a guadar coisas boas dentro de si. Concordo! Acredito!

Eu sei o lado negativo que a Internet pode trazer. Se sei...
Mas serão os seres 'translúcidos' verdadeiros, que poderão equilibrar o mal com o bem.

É verdade que a 'capa' maliciosa da invisibilidade acarreta muita coisa... mas não há seres bem visíveis que são capazes de tanta maldade também?!

Sim, é isso mesmo que devemos fazer... a uns e a outros, 'ignorá-los!' e aguardar que acalmem!

Boa semana! Esperando que tenhas fruído de um excelente fim-de-semana com livros, filmes, música... e fotografia :)

Foi muito bom dialogar contigo um pouco!
Tudo de bom!

Fragmentos Culturais said...

Obrigada pelas palavras afectuosas, 'Lilá(s)!

O 'sofware malicioso' não era 'meu'... enfim, tristes comportamentos de alguns que as máquinas reflectem.

Votos de uma excelente semana! E que o solinho destes dias te tenha animado :)

Um beijo