Sunday, November 25, 2007

Dia Internacional para Eliminação da Violência contra as Mulheres







Por sendas oblíqüas,
violência urbana
violência doméstica.
Delitos, impunidade e dor,
na penumbra das cidades.

Andréa Motta, 30.11.2004


Um dos objectivos da campanha do Conselho da Europa tem como lema:

"Tudo começa com um grito e nunca deve acabar num grande silêncio".


G-S

Fragmentos de solidariedade

25.11.2007

Copyright © 2007-Fragmentos Culturais Blog, fragmentosculturais.blogspot.com®


14 comments:

Tiago R Cardoso said...

A vergonha continua.

Uma sociedade que se diz evoluida mostra o lado da estupidez e do "animal".

Infelizmente tudo continua a ser feito escondido entre quatro paredes, mas não me venham dizer que é só entre as classes mais baixas, esta violência está por todo o lado, mas amordaçada por uma mentalidade antiga.

O que é necessário é criar-se um clima de segurança para as vitimas, educar a sociedade a apoiar a luta e incentivar o grito de revolta.

avelaneiraflorida said...

Fragmentos Culturais,

Também já deixei o meu Apelo!
SILENCIAR...NUNCA!!!!!

UM BOM DOMINGO!!!!
Bjks

São said...

GRATÍSSIMA PELA ADESÂO!!

7 Pecados Mortais said...

Estou solidário coma causa. Já que estamos a falar de um tema muito importante aproveito para reverem o post que já tinha feito no meu espaço em Outubro, chamado o Silêncio do medo. Vejam novamente. Beijos.

quintarantino said...

Para além da eloquências das palavras e das imagens escolhidas, resta esperar e lutar para que todos os dias estas possam ecoar e perdurar!

Mocho-Real said...

O silêncio que advem do medo não pode continuar.
E não apenas com as mulheres violentadas, mas com todas as situações na vida em que o mais forte impõe a sua não-denúncia através do medo.

É urgente não ter medo!

Abraço.

Fragmentos Culturais said...

Com grande tristeza, reconheço que a violência se [re]instalou nas novas sociedades.
E pergunto-me por que se chamarão elas 'sociedades do conhecimento'?!?

Atravessamos o 'Ano da Igualdade de Oportunidades para Todos'... Sentimos isso no dia-a-dia?!?
:(

A violência varre todas as classes sociais, sim, Tiago!

Educar para querer um mundo diferente!
Motivar para a serenidade e o respeito por si mesmo para poder abranger o outro.

Sensibilizada pelo olhar sempre atento em 'fragmentos'!

Fragmentos Culturais said...

Há que apelar, sempre para o respeito por todos os seres, sim 'Avelaneiraflorida'! E nunca seremos muitos...

Sensibilizada pelo olhar solidário!

Uma excelente semana!
Um beijo

Fragmentos Culturais said...

Todos os assuntos que dizem respeito a todos os Seres, eu digo 'Presente', sempre!

Sensibilizada pelo olhar poisado em 'fragmentos', 'São'!

Fragmentos Culturais said...

Ontem, por incrí­vel que pareça ou então por isso mesmo, a RTP1 passou mais uma vez um filme '7 Pecados Mortais' - o teu 'nick'- que como sabes, me agoniou [quando fui vê-lo no ano de estreia] ao limite do meu âmago!
Claro que ontem, recusei-me a rever!

E por que razão me 'magoou' tanto?! Porque 'compreendi' que não era ficção... que há seres humanos capazes de tudo aquilo :(

Pensei! Será que vai alertar para a não violência?! Ou será que vai despertar 'novas' mentalidades para a violência?! Uma incógnita!!

E quantos menores estariam a ver tranquilamente em casa sem o apoio do diálogo com os pais?!

Será que é esta a visão que se pretende transmitir a uma nova geração que deveria querer um mundo diferente?!

Lerei, certamente o teu 'post' sobre este tema, '7 Pecados Mortais'!

Sensibilizada pelo olhar poisado em 'fragmentos'!
Um beijo

Fragmentos Culturais said...

Concordo, 'Quintarantino'! As palavras são poderosas, doloridas, gritantes, não minhas! Apenas 'seleccionadas' por mim porque contêm uma forte mensagem!

A campanha foi lançada em 27.11.2006 pelo Conselho da Europa e prolongar-se-á até Novembro 2008.

Um assunto social que envolve o bem-estar de muitos Seres, não só as mulheres, mas também crianças, idosos.
Há estratos sociais 'fragilizados' a serem muito maltratados, actualmente, no silêncio...

Sensibilizada pelo olhar sempre atento em 'fragmentos'!

Fragmentos Culturais said...

É uma questão prioritária para todos nós...!

E não é só em Portugal não! É um infindável fenómeno mundial: escravatura, mutilação, tráfico, um triste 'rosário' de actos indignos em prol do egoísmo e da malvadez sobre os mais 'frágeis', independentemente do sexo ou da idade!

Sensibilizada pelo olhar 'atento' poisado em 'fragmentos', 'Mocho-Real'!
Um abraço

Sniqper ® said...

Na realidade é triste ver que o grito é abafado pelo silêncio, esse que por base nada mais tem que a indiferença ou o simples medo das consequências.
Até quando vamos continuar a ser indiferentes?

Fragmentos Culturais said...

Muitas vezes assim é, 'Sniqper'...

Pode ser sinónimo de indiferença, mas há silêncios que o não! As consequências?! Dependem dos contextos.

Indiferentes?! Há muitos de nós que o não são. Apenas alguns temem pela privacidade do outro.

Lamento só hoje responder ao teu comentário amigo, mas não o vira no tempo previsto!

Sensibilizada pelo olhar atento em 'fragmentos'!