Sunday, October 30, 2011

Porto no Lonely Planet 2012




Douro | Porto
Fotografia: Autor não identificado


"The town that put the ‘Port’ in Portugal (as well as the port in your wine glass) is a seriously good deal. Connected with much of Europe via budget airlines, Porto is a lovely town of atmospheric narrow lanes, village-like plazas and buildings decked in azuelo tile."

Lonely Planet

De volta a este meu espaço. Desta vez, para escrever sobre o que outros pensem do nosso país,   e mais precisamente da cidade do Porto. Nada me dá mais prazer! 


Lonely Planet Magazine (capa)

Pois! Mais uma vez andamos nas páginas da editora Lonely Planet. É claro que todos ficámos orgulhosos quando  a lindíssima Livraria Lello foi considerada a terceira melhor do mundo, no guia que esta editora australiana lançou no ano 2011. Uma preciosidade situada na cidade do Porto, um dos mais belos recantos culturais portugueses.


Porto | Ribeira
Fotografia:Paul Bernhardt

Lonely Planet Photographer


E agora cá vem  de novo a cidade do Porto em destaque. Numa listagem que faz o “top ten” dos países, regiões e cidades a visitar em 2012, a Lonely Planet sob o título Top 10 Best value destinations for 2012 coloca a cidade do Porto na quarta posição, depois de Cities of the American northeast (New York, Boston e Washington)Japan (Tokyo), Tajikistan.

"You can stay in antique-filled inns with river views, take a ride on an historical tram or head to the beach near Afurada village by ferry.



Alto Douro | Unesco World Heritage
Fotografia: Mario Eloi Castro*

A few hours east is the traditional wine district of Alto Douro, where you cruise in a flat-bottomed boat and sleep in 200-year-old homes. And did we mention the port?"

Digamos que é uma delícia ver a cidade do Porto assim nas andanças do mundo! 

E então lembrei um texto de grande sensibilidade da autoria de Helder Pacheco sobre a cidade...





Porto | Panorâmica

Margem Douro
Fotografia: César Vieira

"Ver o Porto! Ver o Porto é evocar certa forma de cidade escondida que conservamos dentro de nós, densa, inpenetrável, como a neblina envolvendo as manhãs e fundindo o rio com os cais e os barcos. Ilusão de sombras irreais. Transparências. Crepúsculos caindo,suaves, recortando a leveza das pontes, a elegância das torres, os contornos do casario.

Ver o Porto é evocar a suave melancolia dos jardins da cidade – sobretudo no Outono – quando o ambiente se converte em nostalgia.
(...)
É a descoberta dos segredos de uma cidade impregnada de espontânea e assumida identidade."

Helder Pacheco

Palavras de insondável beleza neste final de dia de Outono...


G-S

Fragmentos Culturais 

30.10.2011
Copyright © 2011-Fragmentos Culturais Blog, fragmentosculturais.blogspot.com®

Licença Creative Commons

Referências:

Lonely Planet

O Porto de Helder Pacheco



14 comments:

mfc said...

Um motivo de grande orgulho e de poder ter todos os dias essa preciosidade junto a mim, já que para lá me desloco todos os dias!

Conheço-lhe os recantos quase todos...!

vitor cunha said...

O Porto é uma cidade adorável.
A sua história,a simpatia e a solidariedade dos seus habitantes cativam quem a visita.
É sempre com grande prazer que visito o porto e porque sou do norte tenho uma costela do Porto que me faz ficar feliz pela posição que ocupa entre as grandes cidades.
Parabéns pelas fotos emblemáticas que tiveste o bom gosto de escolher.
Um beijo e bom feriado.

Petrus Monte Real said...

Ao longo da vida sempre tive ligação ao Porto: o irmão mais novo foi para lá estudar (no antigo Instituto Comercial) e alugou um quarto na Rua de Santa Catarina, junto ao Majestic; visitei-o várias vezes, aproveitei para fazer compras nas lojas da rua onde ele morava; o Porto era a grande cidade onde se podia comprar as novidades no campo da cultura, discos, livros, etc. que nunca chegavam à província; era a cidade onde se podia ver uma boa peça de teatro no Campo Alegre, ir a uma discoteca à noite, etc... e já não é pouco!...
Enfim, ainda hoje continua a ser a grande cidade do Centro-Norte, à qual regressamos, sempre que precisamos de comprar algo de especial; de assistir a algum espectáculo ou visitar uma exposição de pintura na Casa Serralves, etc.

Muito grato por mais esta bela partilha.

Um beijo fraterno

Isabel Maria Rosa Furtado Cabral Gomes da Costa said...

Querida FC:
O Alto Douro é efectivamente um recanto do Paraíso na Terra. Lindo de mais para ser real. E a cidade do Porto é maravilhosa, apesar de nós sermos sempre tentados a valorizar mais as cidades estrangeiras.
Um abraço de gratidão pela sua ternura em "Luz de África".

Lilá(s) said...

Apesar de conhecer mal, daquilo que conheço acho uma cidade simpática, quer-me parecer que em breve irei por aí acima...
Bjs

heretico said...

gostei dessa "pronunciazinha" do norte rss

beijo

Isamar said...

Uma cidade que eu adoro e onde tenho familiares muito próximos há mais de cinquenta anos. Sempre que posso, refugio-me uns dias em qualquer dos muitos recantos belos que nela existem. É um orgulho que uma ou mais do que uma das nossas cidades ande nas bocas do mundo.

Beijinhos

Bem-hajas!

Fragmentos Culturais said...

Sim, um motivo de grande orgulho, 'mfc'!

A cidade do Porto entrou definitivamente nas rotas dos mundo! Esta semana é o 'New York Times'...

Tu? Todos os dias no Porto? E não dizias nada :)

Conheces quase todos os recantos... hum! deves dar bons passeios por aqui!

Quem sabe um dia nos cruzamos... não será difícil! Mais difícil, sabermos que somos nós.

Fragmentos Culturais said...

Eu confesso que só gosto do Porto com sol! Reconheço que é uma cidade cheia de contrastes!

Adoro sim,o rio, o mar! Toda a zona da Ribeira até à Foz está linda em dias de sol!

Sim, suponho que sim, o Porto é uma cidade fraterna, mas fechada! É uma cidade do norte! E isso reflecte-se nos que a habitam!

Fico contente que gostes de vir até cá. Vítor!

Muito obrigada pelas tuas palavras amistosas!

As fotos têm sim um significado! E enquadram bem esta cidade!

Gosto particularmente da última!

Boa semana!
Um beijo

Fragmentos Culturais said...

É verdade que o Porto é a cidade de referência para quem vive no norte.

E é sim, uma cidade bonita, em tempo de sol!

Já foi uma cidade mais cultural, mas os tempos também são outros!

No entanto, há algum tempo que venho descobrindo via Internet uma cidade do Porto 'alternativa' que parece ser muito mais interessante!

Novos espaços, diferentes mentalidades, mas que ainda não pude percorrer...

Uma excelente semana, caro 'Petrus'

Um beijo

Fragmentos Culturais said...

Porto é bonito em momentos esparsos! Nem sempre gosto do Porto, Isabel...

Mas paira no ar alguma movimentação para fazer da cidade um espaço diferente! Mais cosmopolita (como dificuldade...), mas lá vai avançando!

A minha amizade por 'Luz de África' é sincera! Escreve muito bem!

Um abraço fraterno

Fragmentos Culturais said...

Hum! Mas que bom, 'Lilá(s)'... quem sabe nos cruzamos por aí!

Não posso dizer que o Porto é uma cidade simpática! Tem aspectos...

O que mais me seduz? O mar, o rio! E os dias lindos de sol!

Um beijo

Fragmentos Culturais said...

Hum! Por acaso não há por aqui pronúncia do norte rss
:)

Beijo, Herético!

Fragmentos Culturais said...

Mas que agradável saber que gostas muito da cidade, 'Isamar'!
Até me sinto um pouco mal... é que eu nem sempre gosto.

Sim, há recantos lindos! Serralves é um deles... e a beira-mar, o passeio pedonal junto ao rio, e a parte cosmopolita que se abre a certas ruas do centro.

Mas sim! É verdade que a cidade do Porto está na moda... lá por fora! Nestas últimas semanas, fala-se muito do Porto! E isso, dá alegria!

Um dia destes estás de novo por aqui a visitar teus familiares!?

Um beijo fraterno