Sunday, December 20, 2009

Natal




La Pietà
 Villeneuve-lès-Avignon, Enguerrand Quarton


Tu que dormes a noite na calçada de relento
Numa cama de chuva com lençóis feitos de vento
Tu que tens o Natal da solidão, do sofrimento
És meu irmão amigo
És meu irmão

E tu que dormes só no pesadelo do ciúme
Numa cama de raiva com lençóis feitos de lume
E sofres o Natal da solidão sem um queixume
És meu irmão amigo
És meu irmão

Natal é em Dezembro
Mas em Maio pode ser
Natal é em Setembro
É quando um homem quiser
Natal é quando nasce uma vida a amanhecer
Natal é sempre o fruto que há no ventre da Mulher
Tu que inventas ternura e brinquedos para dar
Tu que inventas bonecas e combóios de luar
E mentes ao teu filho por não os poderes comprar
És meu irmão amigo
És meu irmão

E tu que vês na montra a tua fome que eu não sei
Fatias de tristeza em cada alegre bolo-rei
Pões um sabor amargo em cada doce que eu comprei
És meu irmão amigo
És meu irmão

Natal é em Dezembro
Mas em Maio pode ser
Natal é em Setembro
É quando um homem quiser
Natal é quando nasce uma vida a amanhecer
Natal é sempre o fruto que há no ventre da Mulher

Ary dos Santos, Quando um homem quiser


Para todos os que compartilham afectos em Fragmentos, ao longo do ano,  meus votos mais sincero de Sereno Natal.

G-S

Fragmentos Culturais, Coldplay, Have yourself a merry little christmas

20.12.2009

Copyright © 2009-Fragmentos Culturais Blog, fragmentosculturais.blogspot.com®

22 comments:

Isamar said...

"Natal é em Setembro
É quando um homem quiser"

Sempre extraordinárias as palavras do nosso muito querido Ary dos Santos.

Aproveitemos a quadra para uma reflexão em família sobre o verdadeiro espírito do Natal tão bem interpretado pelo Ary.

Um santo e feliz Natal.

Bem-hajas!

Avelaneira Florida said...

Fragmentos,

é este o espírito de Natal!!!!
Esta Pieta e este belissimo sentir de Ary dos Santos!!!!

Fora do consumismo desenfreado ou da hipocrisia "fraterna", o sentido do OUTRO!!!!

Tudo de BOM para ti e para os teus!!!!

Brancamar said...

Minha querida amiga,

Chego aqui e tenho uma boa surpresa com este poema de Natal do Ary dos Santos. Em Dezembro de 2007 postei vários poemas e entre eles o Kyrie, também dele e que de certeza conheces, na mesma linha.
Ary sabia dizer como ninguém a pobreza, o amor, a luta dos desfavorecidos, sentia-os e amava-os até às entranhas.
É sempre emocionante lê-lo.
Belíssima a tua escolha,já estive com este poema por estes dias, quando fiz as minhas opções mas acabei por me inclinar pelo poema de um amigo, para não repetir os meus, nem repetir os poetas já escolhidos.
Venho deixar-te votos de um Natal assim tal e qual como este, sereno e que dure o ano inteiro.
Um grande beijinho.
Branca

DarkViolet said...

O som das notas recombina a energia em frutos. O ser cria o pulsar para a partilha

Bom Natal;)

Sonia Schmorantz said...

Natal...
É o mês de confraternização
Agradecimento pela vida
Bênçãos ao filho de DEUS
União, amor, reflexão!

Que o bom velhinho traga um saco cheinho de paz,
harmonia, fraternidade
Que o gesto de ternura se estenda de várias mãos
Que ao som dos sinos
O amor exploda em toda direção!

FELIZ NATAL!
UM ANO NOVO DE FÉ E SUCESSO!

Lilá(s) said...

Gostei de encontar aqui ArY!
desejo um Feliz Natal
Bjs

aflores said...

Eu agradeço e retribuo os votos de Feliz Natal.


Tudo de bom.

Fatima said...

Boas festas e votos de um 2010 cheio de sorrisos.

Andre Martin said...

Linda poesia!
Na rima, na estima e no tema.

É isto aí: natal é todo dia.
Nada disso de "espírito de natal"!
Esse deve ser o espírito de sempre.

Mas o tempo é propício para propor aos que não pensam assim, pelo menos pensarem nisto.

Espero que tenha passado um bom Natal. E que tenha cantado "parabéns pra você" ao aniversariante do dia, seja esse qual dia for.

E que seu 2010 seja nota máxima, nota dez!

mfc said...

O Ary era fantástico.
Uma óptima escolha a tua.

Que tenhas um grande grande 2010 com tudo que desejas!
Toma um beijinho.

Susaninha said...

FRAGMENTOS CULTURAIS...
Sabes acho que tens uma estrelinha...
Gosto de te vir ler..
Ach que temos uma escrita completamente diferente...ADMIRO A TUA:)
NATAL É AMIZADE...
Sem duvida que fazes parte da minha vida, da minha leitura...
Um SUUUUUrrisinhos natalicio:)

Sonia Schmorantz said...

Passo hoje, aproveitando esta tarde de domingo, para desejar que tenhas uma ótima semana de preparação para o novo ano.
beijo

Sereia said...

Adorei o seu blog.
Virei te vistar mais vezes.
Um beijo grande.

Sereia said...

Corrigindo.
Te visitar mais vezes.
Beijos

heretico said...

beijo e beijo

grato pela tua presença amiga.

Bom Ano

Sereia said...
This comment has been removed by the author.
Sereia said...

Muito obrigado pela sua visita...
Seu blog é de um carisma q toca a nossa alma e nos ajuda a repensar sobre nossos atos...
Que 2010 traga a vc e a todos nós muita sabedoria para enfrentar os momentos difíceis,q ele venha regado de muita esperança,de muito amor e de muita luz.
Um beijo grande e um lindo dia.

. intemporal . said...

.

. com amizade,,, .

. desejo um ano de 2____0____1____0 .

. a ser o ventre da serenidade .





. sempre,,, .




. paulo .

.

Susaninha said...

DESEJO-TE UM 2010 SOCINHO COM MUITAS CULTURA....
Obrigada por este blogue:)
SUUUUUUUrrisinhos e um brinde:)

Fragmentos Culturais said...

A todos agradeço, muito sensibilizada, a amizade partilhada ao longo do tempo, no 'virtual espaço' de cada um de nós!

Abraço muito fraterno,

Å®t Øf £övë said...

Muito bonito este poema que nos faz ver o Natal pelo lado mais cruel e sofredor da vida.
Bjs.

Fragmentos Culturais said...

Mais uma vez, estou em falta contigo, Art_

Só hoje, inesperadamente, pelas
últimas leituras que têm feito em 'fragmentos', li o teu comentário.

Foi mesmo isso que tu viste... que me levou a escolher este poema de Ary dos Santos.

Muito obrigada por estares presente.
Um beijo,