Tuesday, September 16, 2008

Richard Wright tribute: 1943-2008





Richard Wright/Getty Images
newsimg.bbc.co.uk

Frio, luminoso o céu de Outono,
tão distante do mundo dos homens!

Wang Wei, 701-761

As teclas de Richard Wright, co-fundador dos Pink Floyd, calaram-se em 15 Setembro 2008!

A sua morte surpreendeu o mundo da música! Surpreendeu-me também. Profundamente. Os Pink Floyd são a maior referência da minha memória musical!




Richard Wright
créditos: Autor não identificado


Richard Wright teclista da banda rock mais célebre do mundo, os Pink Floyd, está ligado aos maiores sucessos do grupo que têm a marca da sua sensibilidade como co-autor.

As homenagens sucedem-se pelo mundo.
Afinal, para nós, os ídolos musicais nunca morrem.





Depois de Syd Barrett, foi a vez do mago dos teclados dos
Pink Floyd.


"As a keyboardist and songwriter, Richard Wright helped create the pioneering psychedelic sound that made Pink Floyd one of the world's greatest groups."


Ian Youngs
Music reporter, BBC News




Richard Wright
credits: deep_schismic's 2006

Sons que atravessam os tempos, gerações, sonhos de paisagens, reflexos de emoções que só a música pode despertar numa alquímica fusão.

O seu lugar na história da música será insubstituível e ficará para sempre ligado aos Pink Floyd e às sonoridades que identificam o grupo.


Desde o início da banda, Wright assumiu-se não apenas como teclista e frequente vocalista, mas também como compositor.

Assinou muitas das músicas mais emblemáticas do grupo.
O álbum The Dark Side of the Moon é talvez a maior referência da sua interioridade sonora.





Richard Wright & David Gilmour





Richard Wright & David Gilmour
credits: deep_schismic's 2006

"Wright co-wrote much of the album, including Breathe, Time and Us and Them, but his most significant contribution was the piano-led The Great Gig in the Sky."

Ian Youngs,  Music reporter, BBC News

No próximo dia 22, está prevista a edição de Live in Gdansk, gravação nos famosos estaleiros polacos,do último concerto da digressão.

Será o primeiro disco póstumo de Richard Wright e a sua última actuação.

"His atmospheric, jazzy organs and synthesisers were at times at the forefront of their songs, and at others provided a dreamy undercurrent upon which the rest of the band could drift."


Ian Youngs
Music reporter,
BBC News







Momento de grande interioridade, fragmentos de uma carreira de grande precursor, possuidor de infinita sensibilidade!







Deixo ainda The Great Gig in the Sky, em tom de até breve Richard !


G-S

Fragmentos Culturais em dia mais triste...

16.09.2008

Copyright © 2008-Fragmentos Culturais Blog, fragmentosculturais.blogspot.com®  



8 comments:

Tiago R Cardoso said...

estamos em total sintonia, lembro que Richard Wright, isto a titulo de curiosidade, foi o unico da banda que lucrou com a digressão The Wall, embora fosse um dos fundadores, na altura era contratado, tendo por isso o ordenado garantido.

A digressão não dava lucro por causa do enorme aparato da construção do muro e da sua destruição.

Seguidamente regressou a membro efectivo da banda.

Uma banda fascinante e marcante.

PavlovDoorman said...

Afinal sempre vamos tendo pontos em comum...
Uma grande perda
Uma grande banda

Fragmentos Culturais said...

Não sei por que razão, mas esta perda 'entrou-me' na alma!

Talvez por Wright ser a 'voz' de um dos mais expressivos instrumentos (piano e seus derivados, os teclados).

Os Pink Floyd jamais serão os mesmos, depois da sua ausência :(

Suponho, pelo que dizes, e pelo que li, mesmo regressado à banda, foi-lhe 'dado' um lugar menor... o que é lamentável!

Sensibilizada pelo teu olhar em 'fragmentos'!

Abraço,

... penso que a nossa sintonia é 'perfeita' dado que foste o meu primeiro 'comentador' e continuas quase sendo o único...

Fragmentos Culturais said...

'Afinal sempre vamos tendo pontos em comum...' - pois não faço ideia, dado que me não lembro se já terias comentado 'fragmentos'!

Mas, estamos de acordo: uma banda 'sublime' nas sonoridades obtidas. E nelas, Wright tem uma importância vital!

Concordo! Uma grande perda :(

... sensibilizada!

Tiago R Cardoso said...

Volto para agradecer as palavra que deixastes no blogue de imagens...

um dia num texto escrevi,

"gostaria de ser lido por muita gente, se não sou não faz mal, basta conseguir chegar a uma pessoa, fazer alguém pensar e já me sinto feliz"

avelaneiraflorida said...

Fragmentos,

uma perda imensa, de facto!!!!
Os Pink Floyd marcarão sempre quem ouvir a sua música!!!!
Aprendi a gostar dela !!! Acompanhei a evolução da banda... e hoje esta notícia apanhou-me "desprevenida"...
dei comigo a relembrar no meu baú os velhinhos Lp's e ainda recordo as imagens de um concerto que passou nos media com grande impacto- The wall !!!!
Bem merecida esta homenagem!!!!!

Fragmentos Culturais said...

'Avelaneira'

Sem dúvida! Os 'Pink Floid' são uma banda bem marcante para muitas gerações!

E têm sonoridades inigualáveis! Por isso, a morte Wright 'chocou-me'... se assim posso dizer :(

Sensibilizada pelo teu olhar em 'fragmentos'!
Lamento só hoje responder...

Fragmentos Culturais said...

Não tens que agradecer Tiago :)
Gostei e escrevi que gostei.

Escreveste:
"gostaria de ser lido por muita gente, se não sou não faz mal, basta conseguir chegar a uma pessoa, fazer alguém pensar e já me sinto feliz"

E conseguiste chegar a mais d0 que uma pessoa ...