Monday, October 28, 2013

Tributo a Lou Reed




Lou Reed em concerto | Lisboa 2008
http://blitz.sapo.pt/

“I have never thought of music as a challenge - you always figure the audience is at least as smart as you are,” (...) “You do this because you like it, you think what you’re making is beautiful. And if you think it’s beautiful, maybe they think it’s beautiful.”

Lou Reed


Lou Reed em concerto | Lisboa 2008



Lou Reed em concerto | Lisboa 2008

Quando um ser se afasta, não gosto de o relembrar nos difíceis momentos. Prefiro guardar a memória poética dos tempos doces.

Opto então por alguns desses momentos recentes da vida de Lou Reed

Segui com muita atenção as notícias da sua participação no Lisbon & Estoril Film Festival 2010 para uma masterclass e para falar e divulgar uma nova faceta: a fotografia urbana numa exposição que denominou 'Romanticism'.


Loud Reed | Lisbon & Estoril Film Festival 2010
foto: Patrícia de Mello Moreira | AFP/ Getty Images



Lou Reed & Laurie Andersen (sua mulher)
photo: AFP/ Greg Wood

"These are really terribly rough times, and we really should try to be as nice to each other as possible."

Lou Reed

Esta a fotogaleria tributo a Lou Reed. Tudo o resto, poderão encontrar nos media nacionais e mundiais. As redes sociais também não páram com manifestações de pesar, respeito, e admiração.

"I always believed that I have something important to say and I said it."

Lou Reed

... walking on a Perfect Day, RIP Lou Reed.


G-S

28.10.2013
Copyright © 2013-Fragmentos Culturais Blog, fragmentosculturais.blogspot.com®

Licença Creative Commons

Notas: Mantive as citações de Lou Reed em língua original para não alterar a autenticidade.

A última foto, seleccionei-a por Laurie Andersen - sua mulher, artista e compositora - ser a deusa do cantor dos ex-Blue Velvet. Sempre inspiradora até ao final:

“Eu precisava de uma deusa e ela é a minha deusa (...). Ela não sabia que estava a ser fotografada. É como uma flor”.

Lou Reed

8 comments:

vitor cunha said...

Algum conhecimento que adquiri de Lou Reed, adveio da aquisição de um CD dele cujo título é "New York" edição da RCA digitalizado e remasterizado, em 1989.Este CD teve uma particularidade interessante, porque a percussão usou, nos tambores, peles de carneiro em desfavor das de Nylon que já então se usavam predominantemente.O meu sentido audiófilo apreciava e continua a apreciar e a dar preferência à sonoridade das peles de carneiro.Sinto-as menos susceptíveis de agredir o ouvido, mais doces, mais macias mas também mais frágéis para suportar as batidas fortes. Mantenho a minha preferência em relação às de Nylon que considero estridentes e agressivas.Depois deste episódico CD comprei outros e tomei conhecimento da música de Lou Reed, lamentando o seu desaparecimento permaturo, quanto ao que podia dar-nos não só na música mas em outras artes. Neste sentido aqui lhe presto a minha homenagem.
Beijo amigo.

heretico said...

a música irá prevalecer à sua morte.

beijo

manuela catarino said...

Foi através de "Walking in the wild side" que conheci Lou Reed... e foi uma marca que ficou.

Ficará a Música para sempre!

MC

aflores said...

Um tributo merecido e muito bem elaborado por 'Fragmentos', aliás como sempre nos habituou.

Tudo de bom.

:)
;)

G- Souto said...

Estou conhecendo-te melhor através da música, Vítor.

Como me ensinas coisas :-) não sabia desse pormenor 'importante' da distinção de sonoridades nylon/pele.

Sim, foi mesmo um desaparecimento prematuro :-( e suponho que 'desejado'...

Quando vi as últimas fotos de Lou Reed, fiquei muito imressionada. R.I.P.

Beijo

G- Souto said...

Sem dúvida! Marco definitivo, a banda Velvet Underground e voz e composições de Lou Reed.

Beijo, 'Herético !

G- Souto said...

Um dos temas mais carismáticos, M.C.

Para nosso bem, a sua música estará sempre por perto.

Boa semana!

G- Souto said...

Lou Reed! Seria impossível não recordar a sua música e a mensagem que nos deixou.

Um tributo simples, mas sensibilizado, 'aflores' .

Muito obrigada pelas palavras sempre amistosas.

Tudo de bom :-)