Saturday, January 28, 2012

Danças com livros







É muito possível que já conheçam, mas não deixo de o publicar. Acho-o delicioso!

Quem gosta de livros, é assim! Faz autêntica magia que só pode encantar o nosso olhar!

"Livro bom, mesmo, é aquele de que às vezes interrompemos a leitura para seguir - até onde? - uma entrelinha... Leitura interrompida? Não. Esta é a verdadeira leitura continuada." *



G-S

Fragmentos Culturais

28.01.2012
Copyright © 2012-Fragmentos Culturais Blog, fragmentosculturais.blogspot.com®

(formato web 2.0)

*Autor não identificado

16 comments:

pinguim said...

Sim, já conhecia mas vale sempre a pena rever.

Daniel Silva (Lobinho) said...

Já tinha partilhado no Fb, mas um livro é sempre qualqyuer coisa, é a dimensão táctil que a fisicidade do e.book e dos ipads nao tem. Um livro é muito mais do quem compêndio de palavras, um texto a ler.

Um livro é personalidade, é textura e cheiro, é amigo constante e sábio, é presenaç que se nos fica nas mãos.

Um beijo imenso com um sorriso de amizade

Avelaneira Florida said...

Não me importava de morar numa livraria...
Sonho com isso desde miúda!!!!
Acho que não teria um único minuto de monotonia...

BOA SEMANA!!!!!! apesar do frio de bater o dentinho...
Bjhs.

BRANCAMAR said...

É uma grande verdade, quantas vezes uma entrelinha nos traz uma longa reflexão!
Afinal não sou só eu que sou demorada a ler determinados livros.
Confesso que tive uma travessia no deserto, sem conseguir ler, concentrar-me, ter disponibilidade de espírito, o que me desgostava, porque foi sempre um dos meus maiores prazeres desde novinha.
Retomo esse gosto e dou por mim tantas vezes parada nessa entrelinha de profundidades que me encantam, ou num silêncio entre palavras, que contém nele próprio um mundo e levanto muitas vezes o olhar do livro, para lá do horizonte onde ele me leva.

Beijos
Branca

mfc said...

Os livros são sempre uns companheirões!!

heretico said...

delicioso. de facto...

beijo

aflores said...

Adorei esta dança! Gosto de livros e acima de tudo, LER;)

Tudo de bom.

vitor cunha said...

Os livros são pedaços da alma de quem os escreve e do conhecimento de quem os lê; são companheiros sempre disponíveis a todas as horas do dia e da noite;nunca nos traiem mesmo que os tratemos mal, por isso são os nossos maiores e melhores amigos e por isso são insubstituíveis.
Um beijo. Bom Inverno.

Fragmentos Culturais said...

Sim, João! É sempre um prazer rever!

Fragmentos Culturais said...

Foi de longe das 'descobertas' mais partilhadas! Mas é lindo!

Não há dúvidas sobre o distanciamento que vai entre um livro e um e-book! Um livro é muito mais... sim, do que palavras!

Eu sinto como minha, a citação que deixei no post e cujo autor não consegui identificar.

É como a música, quando nos libertamos para lá do que ouvimos...

Beijo amistoso, Daniel!
( lua linda, esta noite)

Fragmentos Culturais said...

Sei que sim, 'Avelaneira' :) e não tinhas mau gosto!

Boa semana, amiga! O dente bate, sim, mas ao menos temos solinho, e enquanto ele brilha, sentimo-nos bem!

Um beijo,

Fragmentos Culturais said...

A citação é muito expressiva, Branca!

Que bom teres 'reencontrado' esse imenso prazer que é a leitura!
É uma das fontes de maior libertação da alma... logo a seguir à música. Ou melhor, momentos diferentes.

Tenho livros que leio mais depressa do que outros. Mas, muitas vezes, não passa pelo livro, mas sim pela disponibilidade... ou pela mensagem.

Um beijo

Fragmentos Culturais said...

São mesmo, 'mfc'!

Fragmentos Culturais said...

É, sim! Delicioso :)

Beijo, 'Herético'

Fragmentos Culturais said...

A importância dos livros está mesmo aí: gostarmos de os ler!
O filme animado sugere-nos essa dança entre procurar, ler, repor!

Tudo de bom, 'aflores'!

Fragmentos Culturais said...

Os livros transmitem muito do que os autores são! Os mais inspirados, ou melhor, os que têm esse dom!
E são esses livros que nos tocam mais...

Abandonámos, por vezes, a leitura de outros livros que não nos agarram.

Os livros são mesmo 'companheiros sempre disponíveis a todas as horas do dia e ... também de algumas noites.

Votos de muita saúde, Vítor!
Um beijo,