Saturday, March 19, 2011

E por falar em livros !




Salon du Livre 2011
(screenshot) 

A 31ª edição do Salon du Livre abriu ontem em Paris - Porte de Versailles. Quatro dias para descobrir a literatura

"Cette année, le Salon du Livre met à l’honneur 5 axes programmatiques : Lettres Nordiques, Spécial Suspense, Année des Outre-mer, Buenos Aires et les Serial Lecteurs."

Dinamarca, Finlândia, Islândia, Noruega e Suécia serão os cinco países em destques, nesta mostra - Lettres Nordiques. Os fãs de policiais  e thrillers escandinavos sentir-se-ão felizes. Todos conhecemos a euforia que se gerou em volta da trilogia Millenium de Stieg Larsson! 



Trilogia Millenium
Stieg Larsson
Oceanos, Lisboa

A série “Millennium”, do sueco Stieg Larsson, estava pensada para 10 volumes. Mas o escritor morreu antes de conseguir acabar o quarto e antes de ver a sua obra tornar-se um sucesso mundial. Este foi assim o último volume da trilogia. 

Os 'serial lecteurs' serão prendados neste Salon du Livre!

"Ces dernières années, les livres en série fidélisent de plus en plus les lecteurs. 
Que ce soit le phénomène "Millenium" pour le polar, ou encore "Twilight" qui fascine les ados (et pas seulement !), ou encore les mangas, le besoin de retrouver des personnages auxquels on s'attache mais aussi de suivre leurs aventures se fait de plus en plus fort.

Cette "addiction" est le résultat d'une association d'éléments savamment mélangés et de beaucoup de talent. Le Salon du livre de Paris mettra cette année l'accent sur ce phénomène de plus en plus prolifique."


Este ano, a cidade de Buenos Aires(Argentina), eleita "Capital Mundial do Livro 2011" pela Unesco tem o lugar de honra.




O 'Salon du Livre 2011' celebra também Année des Outre-mer com a presença de autores de língua francófona.

E claro! A l'heure du Numérique não poderia deixar de estar também presente!

"Désormais, la question n’est plus de savoir si le livre sera ou non numérique, mais bel et bien d’en saisir concrètement toutes les opportunités et les enjeux.

Pour le grand public, les samedi 19 et dimanche 20 mars, des conférences sont prévues sur les plateformes de lecture ebook, ipad et autres tablettes, la presse en ligne, le numérique à l’école. 

A découvrir « Paroles d’auteurs », des tête-à-tête passionnants entre deux auteurs sur leur pratique du numérique et comment il influence leurs modes de création."

Poderão ver a galeria de fotos aqui ou a WebTV2011 aqui. Poderão dar uma vista de olhos pelas conferências aqui e espreitar algumas exposições aqui


BnF Centenaire des éditions Gallimard

 Bom! Eu sei que nada se compara a uma verdadeira visita a uma feira do livro! E para mais em Paris!
Mas, já que não pudemos ir até lá, passeemos virtualmente pelo Salon du Livre 2011!

Eu perdi-me nas horas e entrei pela madrugada nesta 'balade littéraire'!

G-S

Fragmentos Literários
19.03.2011

Créditos:
Imagens e citações Salon du Livre 2011

12 comments:

Avelaneira Florida said...

Queria tanto, tanto, ter tempo para ler a sério!!!!!
Mas só me "destinam" PDF's e afins cujo conteúdo...enfim!!!! Ao menos que fosse escrito em bom português!!!!
E lá vou eu de volta aos "papeles" e não aos livros!!!!
Boas LEITURAS!!!!
Bjs

pinguim said...

Eu recomecei a ler em força, depois de um hiato de muitos anos; li imenso quando era jovem, devorava livros.
Depois, comecei a ler jornais semanários, revistas e não tinha tempo para mais nada.
Agora voltei aos livros e só lamento o tempo perdido.

Cata- Vento said...

O livro é companheiro fiel e indispensável que nos acompanha para toda a parte e atenua a solidão ou propicia prazer sempre que o temos por perto.

Bem-hajas!

Beijinhos

heretico said...

ler e ... "aprender, aprender, aprender sempre!". nos livros e na vida.

gosto muito das tuas "causas"!

beijos

Isabel Maria Rosa Furtado Cabral Gomes da Costa said...

Seria tão bom se pudéssemos passar a vida a ler os livros de que gostamos e se estivéssemos sempre disponíveis para comparecer em todos os eventos literários que nos agradassem!
Lembro-me sempre da frase de Jorge Luis Borges: "Sempre imaginei que o paraíso será uma espécie de biblioteca." (Ou, como também já vi escrito, como citação dele: "Sempre imagino o paraíso como uma espécie de livraria.")

Deixei uma resposta ao seu comentário ao texto mais recente do meu blog.

Um abraço grande.

mfc said...

Nunca fui a um Salão do livro...!
Mas deve ser a sensação que tenho nos casamentos: vejo muita comida e perco a vontade!
Gosto de uma livrariazinha acolhedora, "cosy" e simpática onde possa folhear os livros sem vozearia ambiente!

Fragmentos Culturais said...

... Páscoa está aí perto, 'Avelaneira'!
Estou certa que vais ter bons momentos de leitura aprazível... que não os PDF's e afins :)

Excelente trabalho!
Um beijo,

Fragmentos Culturais said...

... suponho que te sentes bem melhor agora que voltaste aso livros, 'pinguim'!

Não que tenha nada contra jornais ou revistas.
Mas são coisas bem diferentes! E tu estás a experienciar a diferença, de novo! Tão bom!

Agora habituei-me a ler os jornais digitais.
E por isso, tenho outros tempos para os livros (impressos)! Um ou dois andam sempre comigo.

Fragmentos Culturais said...

... definiste bem o valor do livro, 'Isamar'! Nem preciso contrapor...

Não sei o que seria de mim, sem um livro na mão :)

Boa semana!

Fragmentos Culturais said...

Hum! Essa frase diz-me algo, 'Herético'...

Muito obrigada pelas amistosas palavras em relação às 'minhas causas' :)

Um beijo,

Fragmentos Culturais said...

... concordo, Isabel!

Mas, mesmo quando não podemos comparecer (in loco) a muitos dos eventos literários que nos atraem, o facto de comparecermos 'virtualmente' já é tão bom!
Uma janela que se abre para o universo do saber e do aprender!

É! Também conheço essa citação! E ela encerra uma profunda verdade! Borges é um dos maiores escritores!

Quanto às versões da frase, isso passa pela tradução! Tal como afirmava Pessoa, 'traduzir é trair' ! É um pouco verdade. Uma tradução não pode ser feita 'à letra'... há que ter em conta a originalidade da(s) língua(s)!
Por isso, sempre que posso e compreendo, leio em língua original!

Muito obrigada pelas suas respostas tão céleres, Isabel! Eu ando sempre atrasada... mas mal posso, venho sempre encetar este 'diálogo', que desde o primeiro dia, me dá imenso prazer!

Um beijo,

Fragmentos Culturais said...

É uma sensação fantástica, como experiência, 'mfc'! Em cada canto, um autor, uma palestra, um video clip... montanhas de livros!

Mas é quase assim como dizes, sentimo-nos um pouco 'perdidos'... na abundância!

Claro que sou como tu! Para procurar um livro, saborear os 'cheiros e aromas', nada como uma livraria! Há duas ou três que gosto!

Adorava essa noção de livrariazinha 'cosy' que agora pouco se encontra :(