Monday, March 1, 2010

Encerramento JO Vancouver




Reuters | Chris Helgren 2010




AFP | Dimitar Dilkoff 




Nodar Kumaritashvili | Elise Amendola/AP 



Nirvana


Para além do Universo luminoso 
Cheio de formas, de rumor, de lida,
De forças, de desejos e de vida, 
Abre-se como um vácuo tenebroso.
A onda desse mar tumultuoso
Vem ali expirar, esmaecida...
Numa imobilidade indefinida
Termina aí o ser, inerte, ocioso...
E quando o pensamento, assim absorto,
Emerge a custo desse mundo morto
E torna a olhar as coisas naturais,
A bela luz da vida, ampla, infinita,
Só vê com tédio, em tudo quanto fita,
A ilusão e o vazio universais. 



Antero de Quental



G-S

Fragmentos dedicado ao atleta Nodar Kumaritashvili que morreu tragicamente, poucas horas após a abertura dos JO Vancouver 2010. 

28.02.2010
Copyright © 2010-Fragmentos Culturais Blog, fragmentosculturais.blogspot.com®    



15 comments:

Daniel Silva (Lobinho) said...

Olá amiga :)

Apenas para avisar que tem um miminho no meu canto :)

bjinhos amigos

Lilá(s) said...

Bela maneira de homenagear!
Bjs

Å®t Øf £övë said...

A tragédia às vezes ajuda a ensombrar estes belos momentos cheios de luz e dor. São os contrastes da vida.
Bjs.

Brancamar said...

Acompanho a tua homenagem e deixo-te um beijinho.
Branca

Ana said...

:)

Vem ao encontro das tuas palavras ao meu "Para quê complicar?"...
Obrigada pela tua passagem na "ilha" (que apesar do muito conhecido recupera a uma velocidade incrivel)...com o empenho e esforço de todos está a ganhar vida. Confesso que foi assustador (sem palavras até)!
Mas um simples querer tem muitaaa força ;)
Tudo de bom e passarei mais vezes por aqui ;)

Ana said...

Já agora..lolll
Não sou da ilha da Madeira. Estou na ilha da Madeira. O ensino arrastou-me este ano para cá! :)
Sou do Porto.
Mas, a beleza natural que a envolve é magnifica. Impossivel de não ficar apaixonada! :)

Fragmentos Culturais said...

Tal como já dissera a Gonçalo, vi-me constrangida a explicar-te um dos princípios deste blogue.

Fiquei profundamente sensibilizada com o teu carinho, 'Lobinho' e fui quase de imediato agradecer.

Espero que compreendas e não leves a mal!
Princípios há que não prescindo de os seguir!

Mas, a tua 'lembrança' ficará comigo!

Um excelente fim-de-semana!
Um beijo amistoso,

Fragmentos Culturais said...

... senti que 'se esqueceu' à medida que os JO Vancouver foram decorrendo, a morte deste jovem atleta, 'Lilá(s).

Relembrá-lo, foi para mim um gesto de justiça nesta singela e triste homenagem :(

Um beijo,

Fragmentos Culturais said...

... eu sei, 'Art'! Já sofri desses contrastes...

Esta tragédia, num momento tão belo como foram os JO cheios de luz e entusiasmo, foi efectivamente um momento de muita dor para alguns!
Outro atleta sofreu um acidente no mesmo percurso!
Não podemos esquecer os que partem...


Um beijo,

Fragmentos Culturais said...

Sensibilizada 'Branca' pelo teu gesto!

A morte deste jovem doeu-me! Tanto lutou para chegar a estes JO! O destino, por vezes, é tão 'traiçoeiro'!

Um beijo amistoso

Fragmentos Culturais said...

Olá Ana,

Como te expliquei, quando fui agradecer teu comentário já deixado em Janeiro, andei afastada de 'fragmentos' durante um tempo, e só naquela noite o li!

Fico feliz por saber que a Madeira recupera velozmente da tragédia que atingiu os seus habitantes! Acredito que o esforço de todos esteja a fazer milagres!
A Madeira, em breve, voltará a ser aquele espaço de lazer tão procurado!

Não ponho em dúvida que deve ter sido terrivelmente assustador porque as imagens foram eloquentes!

Apesar de aí viveres por 'ossos do ofício', acho que é um lindo lugar!

Há dois anos voltei à ilha da Madeira para passar uns dias de férias e adorei!

Felicidades na tua vida profissional!
Bom ano!

:)

Daniel Silva (Lobinho) said...

Olá Amiga :)

Eu já tinha visto a tua resposta no meu blogue, e entendi na perfeição. Por isso nao respondi porque percebo com inteira propriedade o que lá escreveste. Ainda assim, não deixa de ser uma maneira de "homenagear" algumas pessoas e, por elas, os seus espaços, ainda que simbolicamente! Logo, não será de adfmorar se eu o voltar a fazer, sabendo embora que os levas (ou trazes) de forma igualmente simbolica e mesmo sem quaisquer referências. O que importa é o que se oferece e/ou lembra sentidamente, nada mais :)

O teu espaço continua num registo de enorme excelência e partilha :)

UM gd beijinho

Avelaneira Florida said...

Fragmentos,

chego um pouco "atrasada"...em relação ao post e aos trágicos acontecimentos!!!
Não tem sido fácil...no dia a dia!!!

Justa homenagem! Com o carinho a que já nos habituaste...
TUDO DE BOM!!!!
Bjkas!

Fragmentos Culturais said...

Fico muito sensibilizada, Daniel, quer pela delicadeza do teu gesto, quer pelas palavras aqui deixadas!

Esta tua passagem '... O que importa é o que se oferece e/ou lembra sentidamente, nada mais...' vem de encontro ao que pratico no dia-a-dia!
Verdadeira essência de vida!

Ficará mesmo em meus afectos!

Um beijo fraterno,

Fragmentos Culturais said...

... nunca chegas atrasada, 'Avelaneira' :)

Sei que o dia-a-dia não está sendo fácil...

Infelizmente foi um momento que não poderá ser olvidado :(
apesar das luzes e das medalhas.

Sensibilizada pelas tua palavras sempre amigas!

Continuação de uma boa semana... com algum descanso!

Um beijo