Thursday, February 27, 2014

A Paco de Lucia




Paco de Lucia 1947-2014

"Enmudeció el pellizco genial de la guitarra de Paco de Lucía."

É sempre com muita mágoa que sinto calarem-se grandes vultos das Artes. Ainda tão presente, Philip Seymour Hoffman

Paco De Lúcia (Paco é diminutivo de Francisco e Lúcia, nome de sua mãe, de origem portuguesa),nasceu em Dezembro de 1947 em Algeciras (Espanha). 

Considerado um dos maiores guitarristas da história contemporânea, Paco de Lucía é tido como um dos principais responsáveis pela popularização do flamenco, arte que levou aos quatro cantos do mundo.
De uma família de músicos - tem dois irmãos guitarristas e um outro cantor - colaborou ao longo da carreira com dezenas de músicos, incluindo guitarristas como Al DiMeola, John McLaughlin ou o pianista Chick Corea.





Al Di Meola, John Mclaughlin, Paco de Lucia

"De los ochenta data también su asociación con dos titanes de la improvisación a las seis cuerdas: Al di Meola y John McLaughlin. Juntos giraron por todo el mundo asombrando a auditorios de todas las clases y tamaños con su contagioso virtuosismo. "
Fez pelo menos duas 'tours' em Portugal, a última das quais em 2004, quando apresentou o álbum 'Cositas Buenas'
Posso dizer que foi um privilégio ouvi-lo ao vivo no Coliseu do Porto com Al di Meola e também num outro concerto, a solo. Emanava uma alegria em palco que se transmitia através da sua sensibilidade de virtuoso.
Foi a partir dos anos 60, mas sobretudo na década de 70, que o mito de Paco de Lúcia nasceu, com "reintrepetações dos ritmos do flamengo que o guitarrista fundiu com outros sons, como o dos batuques, com que estreou, ao vivo, um dos seus temas mais conhecidos: 'Entre dos aguas'."
Trabalhou com os principais nomes do flamenco em Espanha. E retirou o flamenco dos 'tablaos' (lugares onde se realizam apenas espectáculos de flamenco) levando-o para os grandes palcos de todo o mundo. 


Paco de Lucia
Misturou on flamenco com jazz, blues, country, salsa, bossa nova e até música hindú e música árabe, inspirando mestres de vários estilos.
Foi galoardo, em 2004, com o Prémio Príncipe das Astúrias - considerado o Nobel espanhol.

"His style has been a beacon for young generations and his art has made him into one of the best ambassadors of Spanish culture in the world."

O Júri



Paco de Lucia (2008)
foto: Reuters

Recebeu, no mesmo ano, o Grammy pelo melhor albúm de flamenco, o Prémio Nacional de Guitarra de Arte Flamenco, a Medalha de Ouro Mérito das Belas Artes 1992, o Prémio Pastora e o Prémio da Música 2002.
"El guitarrista gaditano Paco de Lucía  subió hoy al olimpo académico del prestigioso centro universitario Berklee College of Music, de Boston (Estados Unidos), por el que fue investido "Doctor Honoris Causa", durante una multitudinaria ceremonia celebrada en el Agganis Arena, con más de 6.000 espectadores y casi mil estudiantes que celebraron su graduación."
Foi assim o primeiro espanhol a receber ests distinção.
Em 2013 actuou para um público luso-espanhol no Festival de Fado e Flamenco - Badasom - em Badajoz.
Tocou pela úlima vez no Chile, em Novembro 2013. Depois de 15 anos, Paco de Lucía interpreta en Santiago de Chile "Entre dos aguas" (rumba) com seus músicos. 

"Este verdadero ritual del maestro de maestros de la guitarra fue el último concierto de su gira latinoamericana,"



A imprensa internacional debruçou-se hoje sobre a morte de Paco de Lucia: Le Nouvel Observateur, Le Monde, BBC, CNN, New York TimesE como não podia deixar de ser a imprensa de seu país, dedica-lhe reportagens aprofundadas e plenas de admiração. 

Aconselho a Fotogaleria de El Pais e todos os artigos que poderão encontrar a partir desta página



Paco de Lucia | Havana 2013
foto:Alejandro Ernesto/European Pressphoto Agency

"En el mundo de la música hay pocas figuras indiscutibles, pocos genios capaces de sobrevivir durante décadas sin recibir una mala crítica. El caso de Paco de Lucía es, probablemente, único, "

G-S

Fragmentos Culturais

27.02.2014
Copyright © 2014-Fragmentos Culturais Blog, fragmentosculturais.blogspot.com®

7 comments:

heretico said...

um prazer ler-te e aprender contigo - sempre...

passava-me o pormenor da ascendência portuguesa.

beijo

aflores said...

A vida tem destas coisas...

João Roque said...

Está desaparecer tanta gente que faz falta, caramba...
E sobra tanta que nenhuma falta faz...

G- Souto said...

Já tinha lido que a mãe era portuguesa.
Concertos inesquecíveis...

Também aprendo muito contigo... sempre :-)

Beijo 'Herético'

G- Souto said...

Eu compreendo, 'aflores'...

Tudo de bom !

G- Souto said...

Eu compreendo, 'aflores'...

Tudo de bom !

G- Souto said...

Tens razão, João, este final | princípio de ano levou muita gente boa :-(

Também te dou razão, em sentido contrário.