Saturday, February 3, 2018

Philip Glass & David Bowie : Trilogia sinfonias






Philip Glass, foto oficial 81º aniversário
créditos: Steve Pyke

"A música é a melhor provocadora de emoções."

Philip Glass

Philip  Glass completou no passado dia 31 Janeiro, 81 anos! Só posso desejar-lhe muitos Parabéns e que a sua imensa criatividade continue activa por longos anos.

Um compositor e pianista que admiro profundamente pela seu talento e pela sua simplicidade. Inesquecível no seu concerto na Casa da Música em 2011.





Philip Glass
créditos:  Danny Clinch Photography

Philip Glass que todos conhecemos, pelo menos, pelas suas bandas sonoras em filmes remarcáveis - The Hours, The Illusionist, Notes on a Scandal - só para citar algumas, partilhou 
com David Bowie uma especial amizade e mútua admiração.

"He was a master unto himself."


Philip Glass sobre David Bowie





Low/ Symphony by Pilip Glass
from de music of David Bowie & Brian Eno

Essa admiração levou à criação de uma trilogia de sinfonias a partir de três álbuns que David Bowie, em colaboração com Brian Eno, compôs, depois de ter estado em Berlim: LowHeroes (ambos de 1977) e Lodger. A última sinfonia desta trilogia terá sido concluida há alguns dias.

“We talked, years ago, about doing the third symphony based on Lodger, and the idea has not totally disappeared.”


Philip Glass, The Guardian


Segundo o The GuardianGlass e Bowie teriam conversado sobre criação das peças sinfónicas e, ambos terão trocado ideias sobre a concretização desta terceira sinfonia.






Philip Glass & David Bowie 
Sinfonia n.º 4 'Heroes'
©Carol Rosegg


David Bowie morreu em Janeiro de 2016 e meses depois a composição de Glass inspirada em "Heroes" foi a primeira obra sinfónica a ser interpretada no festival de Glastonbury, no Reino Unido.




"Philip Glass is returning to the music of David Bowie 22 years after his last composition based on the singer’s work. His 12th symphony, and third based on Bowie’s work, will have its European premiere at the Southbank Centre in May 2019."

Imogen Tilden, The Guardian




Philip Glass 6 David Bowie

A Sinfonia n.º 12, que completa a trilogia de tributo ao músico britânico David Bowie (1947-2016), tem estreia europeia marcada para dia 9 de Maio de 2019, na capital inglesa, com a London Contemporary Orchestra a interpretar a sinfonia que Philip Glass escreveu, inspirado no álbum Lodger (1979), de Bowie.




Philip Glass
créditos: Philip Glass/ Reuters

"London Contemporary Orchestra and organist James McVinnie will perform Glass’s Lodger symphony, a work the composer had discussed with Bowie before his death, but only now has been realised."

Imogen Tilden, The Guardian

Nesse concerto, com direcção dos maestros Hugh Brunt e Robert Ames, a orquestra interpretará as três composições sinfónicas de Glass de tributo a Bowie: Sinfonia n.º 1 (Low), composta em 1992, Sinfonia n.º 4 (Heroes), escrita em 1996, e Sinfonia n.º 12 (Lodger).

Todos sabem como admiro estes dois compositores e intérpretes, Philip Glass e David Bowie




David Bowie/ Concerto Estádio de Alvalade, 1990 
créditos: Álvaro Tavares/ Arquivo DM

David Bowie actou em Portugal duas vezes. Em 1990 em Alvalade e 1995 no Super Bock Super Rock. Não assisti a nenhum dos concertos.  

Mas em 2004 esteve marcado um concerto de David Bowie no Porto. Foi o grande alvoroço. Prevista a presença, nessa altura. Não poderia perder. Mas Bowie cancelou o concerto devido devido a uma lesão. Ficámos na expectativa de uma nova data. Nunnca chegou a acontecer

E David Bowie morreu. Apanhou todos de surpresa. Fo o choque total de todos os fãs de Bowie. Inesperada. Abrupta. Dolorosa.

Compreendo a admiração de Glass por Bowie. Bowie era um precursor, muito à frente do seu tempo. Uma referência para muitos outros músicos. E Glass admirava-o.




Concerto 80 anos Philip Glass. Novembro 2017
créditos: Autor não identificado


“For the past two decades, I had hoped to find an opportunity to complete the trilogy of symphonies. I’m now delighted to have that chance to compose the Lodger symphony, and equally delighted that it will be heard in London at Southbank Centre.”

Philip Glass, The Guardian

Tenho ouvido as duas primeiras Sinfonias via YouTube. Uma preferência muito especial pela Symphony nº1 Low que convido a ouvir integralmente, se não conhecem.

Gostaria de poder ouvir a trilogia na Casa da Música, um dia. Quem sabe?

“The point was that the world of music - its language, beauty, and mystery - was already urging itself on me."

Philip Glass 

G-S

Fragmentos Culturais

03.02.2018
Copyright © 2018-Fragmentos Culturais Blog, fragmentosculturais.blogspot.com®

No comments: