Monday, November 29, 2010

Livraria Lello em destaque no mundo



Livraria Lello & Irmãos (Porto)

"Não há talvez dias da nossa infância que tenhamos tão intensamente vivido como aqueles que julgámos passar sem tê-los vivido, aqueles que passámos com um livro preferido."

Marcel Proust, O Prazer da Leitura 


"A little over 100 years old, this art nouveau gem in Portugal’s second city remains one of the world’s most stunning shops – perhaps of any kind. Competing for attention with the books are wrap-around, neo-Gothic shelves, featuring panels carved with Portuguese literary figures. A track, used by the staff for transporting stock in a cart, leads from the entrance to the lolloping red staircase, which winds up to the first floor like an exotic flower. Books are available in English as well as Portuguese, and there’s a small cafe upstairs beneath the stained-glass skylight.
You can continue the Art Nouveau tour of Porto at Café Majestic and streets such as Rua Galeria de Paris."

De volta ao país, nada me dá mais prazer do que escrever sobre livrarias! E então sobre uma preciosidade nossa, reconhecida do outro lado do mundo, ainda mais me enche de orgulho. 


Pois bem, já alguns devem saber que a Livraria Lello foi classificada pela Lonely Planet como a terceira melhor do mundo, no guia que esta editora australiana lançou recentemente, para o ano 2011. Incrível! É preciso uma entidade australiana chamar a atenção do mundo para os tesouros artísticos de uma cidade portuguesa?

Numa listagem em que faz o “top ten” dos países, regiões e cidades a visitar em 2011, a Lonely Planet sob o título The world’s greatest bookshops coloca   esta livraria situada na Rua das Carmelitas, no Porto, na terceira posição, depois da City Lights Books, em São Francisco, nos Estados Unidos, e da El Ateneo Grand Splendid, em Buenos Aires.


Livraria Lello (panorâmica do 1. piso)

No guia "Lonely Planet's Best in Travel 2011", a editora classifica a Lello, fundada em 1906, de “uma pérola de arte nova”, que se mantém como uma das livrarias – e talvez mesmo uma das lojas – “mais espantosas do mundo”.



Na descrição do seu interior, destaca “as prateleiras neogóticas” que chegam a fazer concorrência aos livros na atenção dos visitantes. Refere também a decoração das paredes com os bustos esculpidos de escritores portugueses,  sem esquecer a “escadaria vermelha em espiral” que leva os clientes até ao primeiro andar que se assemelha a “uma flor exótica”.


O trilho e o carrinho para o transporte dos livros, a pequena cafetaria no primeiro andar, de onde se vê a luz do dia filtrada por estes raros vitrais, são outras notas deixadas aos leitores deste que se tornou já num dos mais populares guias de viagem em todo o mundo.



Livraria  Lello | Porto


Talvez se lembrem que a Lello já tinha sido considerada em Janeiro de 2008, pelo diário britânico The Guardian, a terceira mais bela livraria do mundo.

Proving that purpose-built bookshops can be every bit as beautiful as converted buildings, the divine Livraria Lello in Porto has been selling books in the most salubrious of settings since 1881. Featuring a staircase to heaven and beautifully intricate wooden panels and columns (see for yourself with these gorgeous 360-degree views), stained glass ceilings and books - lots of lovely books.




Livraria  Lello | Porto

O actual edifício da Livraria Lello, desenhado de raiz para ser uma livraria, pelo engenheiro Francisco Xavier Esteves, já fora também considerado pelo escritor catalão Enrique Vila-Matas como “a mais bonita livraria do mundo”.

Não são precisas mais palavras!  Admiremos então um curto vídeo criado por espanhóis? Não consegui encontrar nenhum tão cuidado (imagem e texto) em português.  Será possível? Apenas a música está a mais...





"A leitura é uma necessidade biológica da espécie. Nenhum ecrã e nenhuma tecnologia conseguirão suprimir a necessidade de leitura tradicional."

Umberto Eco


G-S

Fragmentos Culturais

29.11.10
Copyright © 2010-Fragmentos Culturais Blog, fragmentosculturais.blogspot.com®

Licença Creative Commons

Referências:

Friday, November 19, 2010

Jane Moinhet - Home




She may not look like it, but singer Jane Monheit is truly an old soul. 

Lee Mergner

Jane Monheit celebra dez anos de uma carreira notável com  um novo álbum Home. Nele se pode ouvir uma colecção de standards dos anos doirados da música americana. Quase se poderá afirmar que representa o regresso apaixonado às suas origens como cantora de jazz. 

Um repertório suave, consistente e imaginativo para a doce voz de Monheit. Acresce dizer que inclui convidados notáveis da música de jazz como o guitarrista John Pizarelli, o trompetista Joe Magnarelli, o violinista Mark O'Connor entre outros.

Sublinho o dueto com Pizzarelli (um senhor que adoro ouvir!) no tema “Tonight You Belong to Me” e “It’s Only Smoke”, a única composição nova do álbum, de Larry Goldings e Cliff Goldmacher, um dueto com Peter Eldridge.





Para os que gostam de jazz! Uma  excelente audição em noite de sábado entre amigos.




G-S
Fragmentos Culturais
19.11.10
Copyright © 2010-Fragmentos Culturais Blog, fragmentosculturais.blogspot.com®

Fonte : JazzTimes / Christopher London

Monday, November 15, 2010

Prémio para John Malkovich





John Malkovich/ AP Photo

O actor, produtor e realizador John Malkovich recebeu hoje, dia 14 Novembro 2010, um Prémio Especial de Carreira, na cerimónia de entrega dos prémios do Estoril Film Festival.

Depois de ter mostrado no sábado a sua colecção de moda "Technobohemian", no Museu Condes Castro Guimarães, em Cascais, John Malkovich recebeu das mãos do director do Estoril Film Festival, Paulo Branco, um «prémio especial de reconhecimento da carreira».



John Malkovich/ AP Photo

 Malkovich  na exposição dos esboços da sua colecção, inaugurada ontem, no Centro de Congressos do Estoril.

PosiBom! Este era um aspecto de Malkovich que desconhecia por completo. Mas só demonstra como os artistas podem ser multifacetados.




Entrevistar John Malkovich não deve ser fácil. Houve tempos em que que se dizia ter um temperamento complexo. É sem dúvida um actor excepcional que ocupa um lugar de prestígio no mundo do cinema. 

Dangerous Liaisons realizado pelo cineasta Stephen Frears foi o filme que o tornou célebre. Nele contracenou com Michelle Pfeiffer e Glenn Close. Um grupo fabuloso da história do cinema contemporâneo.

A entrevista montada sobre curtos flashbacks do filme dão uma interessante perspectiva dessa obra inesquecível.


«Não estava nada à espera disto, mas é sempre bom receber um prémio pela coisa que mais gostamos de fazer no mundo»

John Malkovich


G-S

Fragmentos Culturais
14.11.10
Copyright © 2010-Fragmentos Culturais Blog, fragmentosculturais.blogspot.com®

A Daniel (Lobinho) de Sair das Palavras por me brindar de novo com sua fraterna amizade. 



Referência: SOL/Lusa

Saturday, November 13, 2010

O sorriso de Aung San Suu Kyi










 AP Photo/Khin Maung Win 



Aung San Suu Kyi Prémio Nobel da Paz foi libertada hoje depois de sete anos de prisão domiciliária em Myanmar.

A sorrir, com uma flor no cabelo, Aung San Suu Kyi falou por instantes a todos os que a apoiaram.



Kyi Soe Zeya Tun/REUTERS





(AP Photo/Pankaj Nangia)


Antes do anúncio da libertação, cerca de 1500 pessoas, junto a sua casa, apelavam à libertação numa manifestação que começou sexta-feira.
As Nações Unidas recomendaram que terminem todas as restrições a deslocações e actividades da Nobel da Paz.




 REUTERS/Soe Zeya Tun (MYANMAR


Nos últimos 21 anos, Aung San Suu Kyi esteve presa 17 anos, sem acesso ao exterior, sem telefone, televisão e Internet e sem poder receber visitas.

Fragmentos Culturais já aqui tinha dado voz a Myanmar. E nada melhor do que ouvir Just a Perfect Day na versão de Susan Doyle





(...)
Mesmo na noite mais triste
em tempo de servidão
há sempre alguém que resiste
há sempre alguém que diz não.

Manuel AlegreTrova do Vento que passa


G-S


Fragmentos Culturais
13.11.10
Copyright © 2010-Fragmentos Culturais Blog, fragmentosculturais.blogspot.com®

* A Gonçalo de Sabor da Palavra por me brindar de novo com sua amizade. A sugestão do vídeo a ele pertence, já que ouvi esta versão lindíssima no seu blogue.

Monday, November 8, 2010

Lou Reed no Estoril Film Festival 2010




Lou Reed

“fotografar é exactamente o mesmo que fazer música”
Lou Reed
O músico norte-americano Lou Reed, ex-guitarrista dos Velvet Underground mostra em Portugal uma nova faceta artística! A fotografia! A sua exposição Romanticism abriu a 4ª edição do Estoril Film Festival no Centro de Congressos do Estoril.
Na exposição, estão representadas 23 fotografias de paisagens naturais e urbanas.
O compositor explicou que gosta essencialmente de fotografar paisagens. No entanto abriu uma excepção para Laurie Aderson*, uma artista norte-americana que fecha a exposição.


Laurie Anderson/ End of the Moon
Best Science-Art Crossover
Foto: Kevin Kennefick
“Eu precisava de uma deusa e ela é a minha deusa (...). Ela não sabia que estava a ser fotografada. É como uma flor”.
Lou Reed
Lou Reed deu no sábado uma masterclass, que esteve aberta ao público e à imprensa. A masterclass seguiu-se à exibição do documentário Red Shirley de sua autoria. Na masterclass, Lou Reed falou de cinema, fotografia e tai-chi.*




Masterclass Lou Reed | Estoril Film Festival 2010
Para além dos eventos ligados a Lou Reed, realço entre outros interessantes e dignos de apreço, a Retrospectiva Kathryn Bigelow, vencedora dos Oscars 2010 Melhor Realizadora e Melhor Filme com o fabuloso Hurt Locker (imprescindível ver) e a Homenagem a Roman Polansky, um dos maiores realizadores da actualidade. 

Lembram Escritor Fantasma, seu último filme, vencedor de "Urso de Prata" do Festival de Berlim?
Poderão ainda consultar no sítio a Selecção Oficial - Em Competição e a Selecção Oficial - Fora de Competição

Dos filmes fora de competição destaco Copie Conforme com Juliette Binoche e Honey a história encantadora de um menino de 6 anos filho de um apicultor que é uma elegia à Natureza (já escrevi sobre este filme num outro espaço). 
Não poderia deixar de relembrar Just a Perfect Day com a colaboração de vozes que vão ter o prazer de relembrar! David Bowie!





G-S

Fragmentos Culturais

08.11.10
Copyright © 2010-Fragmentos Culturais Blog, fragmentosculturais.blogspot.com®

* Laurie Anderson mulher de Lou Reed

*Tai-chi arte marcial praticada por Lou Reed

Licença Creative Commons

Friday, November 5, 2010

I Fight Poverty ! Portugueses na Final : Votem !





2010 é o Ano Europeu de Combate à Pobreza e à Exclusão Social. Quase 84 milhões de Europeus correm o risco de pobreza, o que significa viver na insegurança, sem ter acesso ao que a maioria das pessoas tem.

"A decisão de instituir o ano de 2010 como European Year For Combating Poverty and Social Exclusion criou uma oportunidade única para Portugal assumir, como imperativo colectivo, a erradicação da situação de pobreza e exclusão em que vivem muitos milhares de famílias."




"Something needs to be done to fight poverty worldwide. And "No president, no leader, no king, no emperor... nobody's going to change this, except the people!" 

Lenny Kravitz

Palavras inspiradoras de um músico fantástico! A música é um meio poderoso para lutar contra a pobreza! 

Lembremos os concertos que têm sido feito, a nível mundial, e que tanto têm unidos pessoas por esta causa dos direitos fundamentais dos Homens. A música pode inspirar as pessoas a actuar.



Music Contest

O concurso Music against poverty 2010 recebeu trabalhos de 167 jovens músicos europeus dos 15 aos 25 anos.


  • 27 nationalities, one message: end with poverty!

  • 27 young musicians of Europe are hoping your vote!

A competição já encerrou. Haverá dois vencedores escolhidos entre os 27 países europeus. Um será escolhido por um júri de profissionais e o outro por votação na Internet via Facebook.

Os vencedores poderão ganhar uma gravação da sua canção num estúdio profissional e uma apresentação em palco durante o evento European Development Days que terá lugar em Bruxelas em Dezembro 2010.

Todos os participantes tiveram direito a apresentar as suas composições numa página web pessoal, bem como as líricas e os objectivos que os levaram a querer lutar contra a pobreza. Também puderam criar perfis no Facebook ou no Twitter.




Seis jovens músicos portugueses* estão a disputar a final. Podem ouvi-los aqui e votar na vossa canção favorita. Mas apressem-se! A votação online termina em 7 Novembro.

Vá lá! Temos que apoiar este jovens que procuram uma oportunidade e que representam o nosso país! E a vontade de combater a pobreza e a exclusão socila.

Visitem as páginas pessoais dos 6 finalistas portugueses, bem como os seus perfis no Facebook e no Twitter. Votem!!

Eu já votei. Seleccionei para deixar em Fragmentos Culturais o projecto apresentado por PaceMaker com o título 'Rosto Fechado'. 

Não é o que contém mais informação, talvez por falta de meios. O vídeo clip é estático, mas os PaceMaker cantam em português, a sensibilidade musical é linda, e procuraram uma sonoridade tímbrica interessante. 







É reconfortante saber que há Portugueses a lutar um mundo melhor! E jovens que se identificam com os verdadeiros valores humanitários.

Parabéns a todos os finalistas! Era tão bom que um deles estivesse entre os dois vencedores! Está na nossa mão!

Olhem que os outros países europeus empenham-se mesmo nas votações dos seus representantes!

G-S

Fragmentos Culturais

05.11.10
Copyright © 2010-Fragmentos Culturais Blog, fragmentosculturais.blogspot.com®

* Nota: Há um concorrente português que me intriga! Vive em S. Paulo, no Brasil! O concurso é só a nível europeu!?