Tuesday, September 30, 2008

Dia Mundial da Música


Die Musik
Gustav Klimt 1895
https://d3l2rivt3pqnj2.cloudfront.net/

"O fim da arte inferior é agradar, o fim da arte média é elevar, o fim da arte superior é libertar. (...) Há as artes cujo fim é influenciar, que são a música, a literatura e a filosofia."


Fernando Pessoa, Estética e Escritos Íntimos










G-S


Fragmentos musicais, The Phantom of the Opera, No one would listen

01.09.2008

Copyright © 2008-Fragmentos Culturais Blog, fragmentosculturais.blogspot.com®  

Saturday, September 27, 2008

A Paul Newman 1925-2008





Paul Newman/AP 1978
http://cdn.24.co.za/

"Racing is the best way I know to get away from all the rubbish of Hollywood."

Paul Newman, People magazine, 1979

Actor e embaixador da O.N.U. para o desarmamento Paul Newman o actor mais carismático de Hollywood, galardoado da Academy of Arts morreu!

Newman trabalhou com alguns dos mais conceituados realizadores do último meio século, desde Alfred Hitchcock, John Huston a Robert Altman, Martin Scorsese e os irmãos Coen.




Paul Newman & Elizabeth Taylor
Gata em Telhado de Zinco Quente

Contracenou com Elizabeth Taylor, Lauren Bacall, a sua mulher Joanne Woodward, Tom Cruise, Tom Hanks e o mais famoso de todos, Robert Redford, seu parceiro em "Butch Cassidy" e "The Sting."





Paul Newman & Joanne Woordwad
créditos: Autor não identificado
http://www.classicmoviehub.com/

Tinha duas grandes paixões, o automobilismo e a filantropia! Dedicou-lhes uma grande parte da sua vida.


'Paul Newman never much cared for what he once called the "rubbish" of Hollywood, choosing to live in a quiet community on the opposite corner of the U.S. map, staying with his wife of many years and long after he became bored with acting pursuing his dual passions of philanthropy and race cars.'

yahoo.news.com








"There is a point where feelings go beyond words, I have lost a real friend. My life and this country is better for his being in it."

Robert Redford


G-S


Fragmentos de mágoa, sorriso luminoso que se apaga

28.09.2008
Copyright © 2008-Fragmentos Culturais Blog, fragmentosculturais.blogspot.com®  



Sunday, September 21, 2008

Festival Cinema Veneza 2008




Poster 65ª Mostra Cinema

"O cinema não tem fronteiras nem limites. É um fluxo constante de sonho."

Orson Welles

A 65ª Mostra do Festival Internacional de Cinema de Veneza realizou-se de 27 de Agosto a 6 de Setembro de 2008.

Marco Müller, director desde 2004, dedicou esta mostra ao realizador Youssef Chahine (1926-2008) que esteve presente, pela última vez, na sessão de 2007 com o filme Heya Fawda.


Ksenia Rappoport
http://media.monstersandcritics.com/

"Venezia, 27 - Elegante, austera, a tratti addirittura toccante, la «madrina» Ksenia Rappoport. Laconico Brad Pitt, pizzetto e capelli più scuri del solito, nel ritirare la Coppa Volpi vinta l'anno scorso per Jesse James. Azzardato il presidente di giuriaWim Wenders, con pettinatura un po' alla Melania Mazzucco, nell'annunciare: «Ecco i magnifici sette, come possiamo sbagliare?». Estenuante il quasi centenario (e sempre giovanissimo) Manoel de Oliveira nel ripercorrere in francese la storia del cinema italiano, partendo addirittura da Cabiria e dal muto."

Michele Anselmi

Fizeram-se representar dezassete países, entre os quais Portugal. A Itália marcou uma forte presença, bem como os países asiáticos!

E, como sempre, alguns conceituados actores e realizadores vieram apresentar os seus filmes. É o caso dos irmãos Cohen






Ethan Cohen (L to R), Brad Pitt, Frances McDormand, 
Joel Cohen, Tilda Swinton and George Clooney 
www.labiennale.org

Apesar de ser o festival de cinema mais antigo da Europa, é certo que continua a manter-se um pouco na sombra dos festivais de Cannes e de Berlin.

Digamos que o brilho que lhe foi dado pela "cinematografia de autor", de Fellini a Bergman, se tem evaporado ao longo do tempo, apesar dos esforços envidados pelo director Marco Müller e pelo próprio governo italiano.





AP Photo 2008/Domenico Stinellis
http://news.yahoo.com/photos

Em 27 de Agosto, Brad Pitt recebeu A Taça Volpi que lhe fora atribuída na 64ª edição, em 2007, pela sua representação no filme 'The assassination of Jesse James by the coward Robert Ford' .





Brad Pitt, Tilda Switon & George Clooney
credits: Flynet Pictures
http://www4.pictures.fp.zimbio.com/

O actor veio para a première do seu último filme. Podemos vê-lo em companhia de George Cloney e Tilda Switon que com ele contracenam em Burn after Reading.

O júri foi presidido pelo realizador Wim Wenders



Júri da 65ª edição/ Wim Wenders, president
http://www.labiennale.org/

Das actrizes presentes, não há dúvida que a australiana Charlize Theron foi a que mais atraiu a atenção dos fotógrafos. Na verdade, para além do talento, Charlize é detentora de grande beleza!




Festival Veneza 2008 | Andrew Menichini AP

A actriz contracena com o português Joaquim de Almeida e Kim Bassinger, no filme de Guillermo Arriaga (na foto), o mesmo que escreveu Babel, Amores Perros e 21 Grams, filmes de enorme referência do cinema contemporâneo!




AP Photo 2008/Andrew Medichini
The Burning Plain (realizador e actores)

http://www.indy.com/photos/

Coube ao realizador americano Darren Aronofosky a honra ou o mérito de receber o mais célebre troféu do cinema europeu, o "Leão de Ouro".




Darren Aronofsky

The Wrestler tem como protagonista Mickey Rourke, quase irreconhecível, devo confessar!


Conta a história de um ex-wrestler Rami (Rourke) que terá certamente algo de comparativo com a vida do próprio actor.

Dos vinte e dois filmes presentes na "Mostra de 2008", dois despertaram o meu interesse.



Birdwatchers/ Marco Bechis

Inju la bête dans l'ombre | Barbet Schroeder
www.labiennale.org


É lamentável que a televisão portuguesa, cada vez mais vazia de conteúdos, ofereça uma programação deplorável, em lugar de informar ou transmitir eventos dignos de serem celebrados, como por exemplo a cerimónia de Entrega de Prémios.

Há poucos anos, estes festivais mereciam o horário nobre. Hoje, mal se ouve falar de cultura! O cinema é uma arte!

"O cinema é um modo divino de contar a vida."

Federico Fellini



G-S

Fragmentos Culturais

21.09.2008


Copyright © 2008-Fragmentos Culturais Blog, fragmentosculturais.blogspot.com®   



Tuesday, September 16, 2008

Richard Wright tribute: 1943-2008





Richard Wright/Getty Images
newsimg.bbc.co.uk

Frio, luminoso o céu de Outono,
tão distante do mundo dos homens!

Wang Wei, 701-761

As teclas de Richard Wright, co-fundador dos Pink Floyd, calaram-se em 15 Setembro 2008!

A sua morte surpreendeu o mundo da música! Surpreendeu-me também. Profundamente. Os Pink Floyd são a maior referência da minha memória musical!




Richard Wright
créditos: Autor não identificado


Richard Wright teclista da banda rock mais célebre do mundo, os Pink Floyd, está ligado aos maiores sucessos do grupo que têm a marca da sua sensibilidade como co-autor.

As homenagens sucedem-se pelo mundo.
Afinal, para nós, os ídolos musicais nunca morrem.





Depois de Syd Barrett, foi a vez do mago dos teclados dos
Pink Floyd.


"As a keyboardist and songwriter, Richard Wright helped create the pioneering psychedelic sound that made Pink Floyd one of the world's greatest groups."


Ian Youngs
Music reporter, BBC News




Richard Wright
credits: deep_schismic's 2006

Sons que atravessam os tempos, gerações, sonhos de paisagens, reflexos de emoções que só a música pode despertar numa alquímica fusão.

O seu lugar na história da música será insubstituível e ficará para sempre ligado aos Pink Floyd e às sonoridades que identificam o grupo.


Desde o início da banda, Wright assumiu-se não apenas como teclista e frequente vocalista, mas também como compositor.

Assinou muitas das músicas mais emblemáticas do grupo.
O álbum The Dark Side of the Moon é talvez a maior referência da sua interioridade sonora.





Richard Wright & David Gilmour





Richard Wright & David Gilmour
credits: deep_schismic's 2006

"Wright co-wrote much of the album, including Breathe, Time and Us and Them, but his most significant contribution was the piano-led The Great Gig in the Sky."

Ian Youngs,  Music reporter, BBC News

No próximo dia 22, está prevista a edição de Live in Gdansk, gravação nos famosos estaleiros polacos,do último concerto da digressão.

Será o primeiro disco póstumo de Richard Wright e a sua última actuação.

"His atmospheric, jazzy organs and synthesisers were at times at the forefront of their songs, and at others provided a dreamy undercurrent upon which the rest of the band could drift."


Ian Youngs
Music reporter,
BBC News







Momento de grande interioridade, fragmentos de uma carreira de grande precursor, possuidor de infinita sensibilidade!







Deixo ainda The Great Gig in the Sky, em tom de até breve Richard !


G-S

Fragmentos Culturais em dia mais triste...

16.09.2008

Copyright © 2008-Fragmentos Culturais Blog, fragmentosculturais.blogspot.com®  



Friday, September 12, 2008

Mariza & Latin Grammy Awards 2008






Mariza | Cornegie Hall 2007
http://www.carnegiehall.org/

"Every note she sang confirmed her stature, not as a talented upstart, but rather the reigning queen of a genre. Mariza uses the classic fado accompaniment, a classical guitar, a guitar bass (a low-pitched, four string guitar, not a double bass), and the chiming, paired-string Portuguese guitar. Each of the three instruments has its distinct sonic range, so that combined, they do not compete, but rather compliment, creating a sound so unified and rich with overtones that it’s easy to imagine one is hearing a violin, a flute, a horn."

Banning Eyre

Mariza foi nomeada pelo segundo ano consecutivo para os Latin Grammy Awards - prémios atribuídos anualmente desde 2000, pela secção latina da National Academy of Recording Arts and Sciences norte-americana.




Mariza/ Terra

A cantora-fadista Mariza foi nomeada para a 9ª edição dos Latin Grammy Awards, com o seu último álbum, Terra, na categoria de Melhor Álbum Folk, anunciaram hoje os representantes da artista em Portugal. 

Sol

Já em 2007 fora seleccionada com o registo ao vivo Concerto em Lisboa, também na categoria de "Melhor Álbum Folk". Perdeu para Los Gaiteros de San Jacinto, da Colômbia.

Mariza apresenta uma imagem pop cantando o fado que me seduz! A sua figura esbelta, a imagem estética que criou, fazem-na distinguir de todas as cantadoras de fado, a tranquilidade do passo, e aquele sorriso rasgado, dão-lhe uma postura em palco graciosa, altiva, distinta.

E depois a voz esplendorosa que possui, trabalhada certamente com bons mestres do canto, fazem desta cantora-fadista um ícon do fado português com características bem mais contemporâneas!

É profundamente admirada no estrangeiro e faz render os públicos mais dispares.

Foi a única portuguesa, até hoje, a integrar os concertos do Live 8 já actuou nos palcos mais venerados do mundo, como Royal Abert Hall, Carnegie Hall, Salle Pleyel, Sydney Opera House, entre outros.

Ao longo da sua carreira, Mariza tem sido distinguida com vários galardões, nomeadamente, o First Award - Most Outstanding Performance no Festival do Quebeque (2002), dois Deutscheschalplatten pela crítica alemã pelos seus álbuns "Fado em mim" (2001) e "Fado curvo" (2003), o European Border Breakers Award, no MIDEM em Cannes, em 2004 e, em 2005, o Prémio Amália Rodrigues Internacional.

Este ano, a fadista foi agraciada com Medalha de Vermeil da Sociedade de Artes, Ciências e Letras de Paris.

RTP (fonte)

O fado não é o género de música que oiço particularmente - não sou fã do fado - mas gosto dos matizes da voz de Mariza, da sua contemporaneidade, da mistura de estéticas musicais.

Não é esta a vertente que mais me agrada na sua voz - o registo clássico - mas é o vídeo oficial do álbum pela qual foi nomeada.






Gostava de a ver distinguida pela miscigenação de sons, temas e culturas, incluídos neste álbum - destaco Tito Paris, Concha Buika, Ivan Lins, Chucho Valdés, Javier Limón - mas sobretudo pela lusitanidade da sua presença!



G-S

Fragmentos musicais lusitanos

12.09.2008
Copyright © 2008-Fragmentos Culturais Blog, fragmentosculturais.blogspot.com®  



Saturday, September 6, 2008

Origami em abstracção




Origami traumatika performance
arnehepp's photostream

Tens os teus pincéis,
tens as tuas cores,
pinta o PARAÍSO e,
depois vais...

Nikos Kazantzakis (1885-1957)


Ando sem vontade de escrever! Não sei se é falta de inspiração se é recolhimento!

Peguei então num livro. Abri ao acaso e estes versos sugeriram-me a imagem que lhes juntei! Nada mais adequado a este origami traumatika na performance da vida.

Eis aqui uma singela ilustração de alguns sentires... momentos que atravesso, num percurso de anacronismos, dúvidas, argumentos da razão, angústias que me impregnam a alma. Horas estranhas, ouvindo o silêncio que murmura com a noite.


Na sua abstracção, esta contemplação meditativa de mim mesma, como antídoto de pressões a agires meus. E o olhar aqui refugiei, por instantes...


Sou pintora das palavras, inequivocamente vestida de emoções e sentimentos, neste invulgar e profundo espaço aberto, profusamente decorado, o azul blue-jeans, os cambiantes de quentes tons, castanho-doirados, reflexos de uma luz acolhedora!

A errante sonhadora! A eterna buscadora de outras dimensões. Peguei nos meus pincéis, juntei as minhas cores! E escrevi!

Procuro resguardar o que de mais belo e humanizado preservo ainda!


G-S

Fragmentos escritos nas cores que a noção de tempo permite.
06.09.2008


Licença Creative Commons

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.